O maior mito sobre gato é sobre sua relação com o leite. Gatos não precisam de leite e muitos têm intolerância à lactose.

Você acha que seu gato precisa e pode tomar leite? Pois esse mito pode trazer consequências danosas à saúde do gato, como diarreia, flatulência e desnutrição. Tais males se instalam porque, normalmente, esses animais passam a ter intolerância à lactose a partir da sexta semana de vida, conforme explica Marcio Brunetto,  professor especialista em nutrição de cães e gatos: “Em geral, a produção da enzima lactase se reduz drasticamente com o crescimento do filhote. Essa ausência causa os efeitos colaterais indesejáveis.”

Ainda de acordo com ele, a regra tem exceções: felinos que não passam mal ao consumir leite estão liberados para ingerir a guloseima, mas sem abusos. “Contudo, não faz muito sentido incluir o alimento na dieta deles”, ressalta.

O médico veterinário Fabricio Lorenzini aponta na mesma direção: do ponto de vista nutricional, os gatos só precisam de leite na fase lactente, quando devem ser alimentados exclusivamente pelo leite da mãe. Passado esse período, o metabolismo dos mamíferos perde o poder de aproveitamento da lactose do leite.

Leites especiais
Vale destacar também que o leite de vaca não é o mais apropriado aos gatos. “Como é produzido por um herbívoro, é rico em açúcares (lactose) e pobre em proteínas e gorduras benéficas para carnívoros”, justifica Brunetto. Esse leite não é indicado nem mesmo como substituto de colostro aos filhotes órfãos. Para eles, existem produtos no mercado que  equivalem ao leite materno.

Gatos não precisam tomar leite (Foto: reprodução)

Gatos não precisam tomar leite
(Foto: reprodução)

 

Fonte: Revista Meu Pet,  Setembro, 2012, Rafael Trocatti.

Anúncios

Receita de Leite Materno para Filhotes , (2)

Receita de Leite Artificial para Filhotes

Essa receita é ótima para filhotes (cães ) com menos de 2 meses de idade, que por diversos motivos, não possuem mais o leite materno. Importante lembrar que o leite materno é muito melhor, sem comparações, o leite artificial deve ser usado em casos de emergência.

Receita do leite artificial (para um litro) :
– 800ml de leite integral
– 200ml de creme de leite
– 4 colheres de sopa de Calcigenol.
– 1 colher de sopa de Vitaminer líquido
– Até os 15 dias de idade, adicionar também uma colher de sopa de óleo de fígado de bacalhau, suspendendo-o após este período.

Da terceira até a quarta semanas de vida, engrossar o leite, utilizando três colheres de sopa de leite em pó para um copo de leite de vaca.

O leite da cadela é mais “forte” que o leite de vaca, pois os cães mamam por um período máximo de um mês e precisam ganhar peso e condições para manutenção sem cuidados maternos.

O leite artificial pode ser armazenado em geladeira (não em congelador) durante 5 dias, devendo ser retiradas pequenas quantidades que devem ser aquecidas a 40°C antes de utilizadas.

Há também a opção de comprar o Max Milk, que é um alimento desenvolvido também para tentar substituir o leite materno, é uma alternativa também.

 

 

 

RECEITA ESPECÍFICA PARA FILHOTINHOS DE GATINHOS NA PERDA , AUSÊNCIA DA MÃE !
receita, mas específica para gatinhos filhotes é :
– 1 copo de leite integral de caixinha
– 1 copo de água fervida, filtrada ou mineral
– 2 colheres de sopa de farinha láctea
– 1 gema de ovo sem a clara pq clara faz mal para o bebê gatinho
– 1 colher de chá de mel

Misture tudo, bata no liquidificador e coloque numa vasilha de vidro lacrada. Guarde na geladeira e na hora de alimentar o bebê gatinho retire só a quantidade necessária.

Esta receita serve para até 3 dias. Depois disso precisa fazer uma nova. É prático, saudável e barato. O leitinho caseiro pode ser administrado por meio de conta-gotas ou mesmo seringas de 3 ml (sem a agulha, é claro.)

NUNCA, mas nunca vire o filhote de barriga para cima para dar de mamar, como se fosse um bebê humano!!!O líquido pode ir para os pulmões e o gatinho morre de pneumonia. Ele deve ficar em pé ou na mesma posição em que mama na mãe gata.

 

cao2

 

 

 

Receitas de Nelma Favilla Lobo.