Os peixes e o desencarne, pelo espírito de Fabricio.

 

… A maioria dos encarnados pensa que, por que são peixes, eles sofrem menos. Que engano! Eles sofrem muito. A cada ano, uma pesca comercial dizima milhares, e a morte não é tão rápida nem indolor. Quando não morrem esmagados dentro da rede, são estrangulados por elas ou morrem por choque térmico. Nenhum encarnado pode avaliar esse sofrimento. Como os peixes possuem terminações nervosas em abundância, registram muita dor. Quando estão machucados, contorcem-se, ofegam e exibem outros sinais de sofrimento. Quando são pescados e movimentados por água, morrem sufocados, com falta de ar. São pescadores capturados com arpão, são esfolados vivos.
Eles sentem medo, terror e muita dor. Infelizmente, os encarnados não acreditam na sensibilidade dos peixes. Os pescados com anzol e devolvidos para o mar por ser pequeno, sofrem como dores de ferimento na boca gravemente dilacerada.
Outros, quando são soltos, têm o anzol preso nas brânquias ou até engolido.
Então, enquanto Fabricio assistia os pescadores jogarem os peixes pobres nenhum barco, pode ver aquelas pequenas nuvens brancas para sair de cada um, formando um nuvem prateada. Era uma imagem da alma-grupo
que logo iria para o fundo de mar, um fim de aguardar novos reencarnes.

Fonte: Livro: A desencarnação dos animais, por Fabricio. Ed. Do Conhecimento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s