O que acontece com animais que falecem por eutanásia? Por Marcel Benedeti.

Ressaltando que, antes de se explicar o processo, que a eutanásia é um último recurso usado para aliviar o animal de um sofrimento do qual não se recuperará e não um meio de os donos descontentes se livrarem de um “incômodo”. Se for retirada a vida de um animal sadio por simples comodidade dos que querem se livrar do animal,por ser velho…etc Nesse caso não falaremos em eutanásia, e sim em assassinato. Somente o médico veterinário, após passar anos estudando,sabe avaliar a necessidade ou não de se proceder à eutanásia. Proceder à eutanásia por comodismo ou por simples meio de obter vantagens financeiras é condenável.

Quando um animal falece,seu espírito é amparado por espíritos encarregados de encaminhá-los aos locais adequados no plano espiritual. Não importa se falecem naturalmente ou por eutanásia,eles são iguais assistidos e amparados pelas equipes espirituais.

Quando um veterinário procede a eutanásia, ele usa anestesia geral para que,perdendo a consciência e dormindo profundamente, o animal se desligue parcialmente do corpo. Em seguida a equipe espiritual, que se encarrega desse animal, procede aos desligamentos complementares desse corpo para que seu corpo espiritual separe-se de modo definitivo, enquanto o espírito do animal mantém-se também inconsciente naquela outra dimensão. Então, além do desligamento parcial criado pela anestesia, há o desligamento complementar promovido pelos espíritos. Logo após, o veterinário, aplicando alguma substância letal, consegue provocar uma parada cardíaca no corpo físico. Nesse momento o espírito do animal já não se encontra mais ligado nele. Portanto, desse modo não há sofrimento nem dor neste procedimento.

As equipes espirituais que se encarregam dos animais se esmeram em evitar que sofram desnecessariamente. Quando desencarnados, eles imediatamente se veem livres das dores que lhes provocavam sofrimento.Eles são tratados de modo a eliminar as dores e corrigir formas corporais e fisiologia corporal (do corpo espiritual) antes de serem enviados à reencarnação ou trabalhos voluntários ao lado dos espíritos. Quando encaminhados à reencarnação, seus corpos são reconstituídos e preparados para miniaturização que antecede o retorno ao mundo físico. Nesse processo, todo sofrimento evidente nos momentos que antecederam o desligamento( em decorrência da própria enfermidade) desaparece para dar lugar a um corpo sadio e perfeito em que não há mais dores e sofrimento.

Fonte: Livro: Espiritualidade dos animais, Marcel Benedeti.

71 comentários em “O que acontece com animais que falecem por eutanásia? Por Marcel Benedeti.

  1. ´Que alívio saber que os nossos amados animaizinhos recebem os mesmos cuidados,o mesmo tratamento no plano espiritual,quer tenham desencarnado por morte natural ou por eutanásia.
    Mesmo assim,é´muito difícil tomar essa decisão,está sendo doloroso para mim,peço a Deus que o leve naturalmente,dormindo,sem sofrimento,para que eu não fique com o peso na consciencia de optar por eutanásia,nem por não ter abreviado seu sofrimento.Na realidade,não sei como vou suportar ficar sem o Willow.Nestes quinze anos,ele foi tudo para mim,foi por ele que consegui enfrentar fases muito difíceis da minha vida,esse cachorrinho foi e é minha força,não sei como vou fazer sem ele e ao mesmo tempo dói muito ve-lo sofrer,não quero isso para ele,é um filhinho para mim. Rosane

    • Ontem, fiz a eutanásia da minha cachorra Bordier Collier após 7 meses de lutas diárias, já que não havia outro modo de mantê-la viva com dignidade, ela estava com câncer e com lesões cerebrais irreversíves em decorrência de um acidente cotidiano.

      Desmaiei junto com o falecimento dela no veterinário, mas de qualquer modo me sinto aliviado de ter interrompido a dor da minha amiga e levado ela para outro plano para melhor vida.

      Estou tranquilo pois fiz o possível e impossível, inclusive gastando recursos que não tenho, visto que sou uma pesso que mal ganho para minha sobrevivência.

      enfim. . . logo deus me manda outro amiguinho ou amiguinha.

    • Eu tive essa dolorosa incumbencia com meu cãozinho de apenas 4 anos. A Neurologista o estava acompanhando ele teve que partir e eu, sofrendo muito, ao lado dele, sempre, segui a orientação dos Veterinarios e da neurologista, da eutanásia. Tinha que fazer, não era justo com ele, as dores não passavam, não tinha como curá-lo, ele não me reconhecia mais, a Mielomalácia apareceu e foi o fim. O início e o fim duraram 4 dias! Orei junto dele com minha mão, uma na testa, outra no pescocinho dele e, nos meus dedos, senti seu último suspiro. Nunca imaginei sofrer tanto, mas tive que ser forte, não ser egoísta, por mais que me doesse, ele vinha em primeiro lugar. Foi, como disse a Neurologista dele, uma prova de amor e que ele sabia o quanto eu o amava… Foi tão bonito ouvir isso dela… Por maior que seja a nossa dor, temos que pensar neles. E eu não tive dúvidas. Choro, mas sei que ele está bem agora… Enzo, meu amor, esteja em paz, em luz, no céu dos cachorrinhos e todos os animais, pois, pra mim, eles são seres de muita luz.

  2. estou em prantos,não tem jeito mais…minha companheira de tantos momentos quando sozinha cuidava de munha mãe e ela era minha companheira,ela está com cancer e não há nada a fazer senão eutanásia,para tira-la do sofrimento…como é doido essa decisão só Deus pode avaliar…

    • Daiana querida,
      Muito me emociono com suas palavras, e sei o que vc está sentindo…<3
      Eu por duas vezes tive que fazer o mesmo. E sabendo que era o melhor para eles…doeu.
      Mas é uma atitude de AMOR e CORAGEM.
      LIBERTADORA.
      Vc não esta só e a Pupinha também não…estão amparadas por Jesus.
      E separadas somente por um intervalo de tempo.É importante que todos nós, sigamos nossa evolução.
      Confie na espiritualidade, que te ama.
      E quando precisar desabafar, conversar…estamos sempre aqui, de braços abertos!
      Muita paz, luz e amor pra vcs. ❤
      Ana.

  3. Ana Claudia,
    Lindas suas palavras, acabamos de perder nosso amiguinho amado com 13 anos de vida e estamos sofrendo muito! nosso eterno Junior!
    Foi o dia mais temido para nós mas esse dia chegou infelizmente!
    Meu pai está deprimido, pois os dois eram literalmente inseparáveis! espero de coração que um dia possamos superar essa dor e que encontramos quem sabe ele novamente!
    Beijos no coração

    • Rita,
      Sei exatamente o que vcs estão passando e sentindo, esse ano, me deixaram 2 animais que eu amava, amo, demais.
      Tentem ler todas os livros do Marcel Benedetti, Ed. Mundo Maior, que vcs vão se sentir muito melhor e confortados.
      Aqui no blog, tem uma matéria sobre, qto tempo depois eles reencarnam..é mto interessante, assim como outras tb, que nos confortam a alma e coração.
      Orem sempre!
      Abraços Carinhosos,
      Ana.

  4. Acompanho o site e gosto muito das publicações que aqui se encontram. Hoje tive que tomar uma difícil decisão, minha cachorrinha Diana com 20 anos de idade terrena, (havia sido agraciado com sua presença quando eu tinha apenas 3 anos), estava doente, 5 meses antes passara por uma remoção de um tumor na barriga, (já não estava mais conseguindo ficar em pé questão de uma semana atrás), suas patinhas de trás não se moviam, chorava de dor quando se movia, mesmo assim nunca deixou de lamber minha cara. Hoje ao levantar cedo, queria ajudar minha Diana a estreiar sua cadeirinha de rodinhas, percebi que estava quieta, tremia um pouco e estava com hemorragia. Não queria mais comer sua papinha matinal, olhava em seu rosto percebi que estava sofrendo. Não aguentando ver sua dor resolvi chamar 2 veterinárias, onde pela idade e pelos problemas que estava passando, resolveram optar pela eutanásia. Percebi que era a melhor escolha, pois nem o remédio mais forte de dor não estava funcionando e se a deixasse em um hospital internada, ela poderia achar que eu a havia abandonado. Se continuasse com aquela situação logo teria choque e o sofrimento seria maior. Espero um dia poder rever minha Diana, mas sei que levarei sua lembrança para todo o sempre em meu coração.

    • Lucas, amigo querido!
      Ano passado tive que tomar essa decisão também, e me acredite, sei exatamente o que vc está sentindo.
      Domingo, meu grande amigo João Valois, também teve que passar por isso.
      E dói…mas é uma libertação para o espírito. E nossos pequeninos tão amados, precisam também seguir a evolução deles, assim como nós.
      Que bom que leu o post sobre eutanásia, recomendo também que leia a literatura de Marcel Benedetti.
      O tempo vai se encarregar de transformar tudo em uma saudade boa, e tenha a certeza, que na grande maioria das vezes, eles voltam para perto de nós.
      Leia aqui no blog:

      https://lambidasamigas.wordpress.com/2013/04/04/encontros-e-reencontros-com-nossos-irmaos-animais/

      Obrigada por gostar do Lambidasamigas, ele foi criado em um momento, como este. E lendo sobre a espiritualidade dos pequeninos, meu coração foi se acalmando.
      Espero que possamos te dar um pouco de conforto tb.
      Um abraço fraterno.
      Fica com Deus,
      Ana Claudia.

  5. Estou sentindo muita dor por ter que decidir pelo meu cachorro, esta com cancer e o veterinario diz que vou ter que resolver,Diz que vou saber a hora, as vezes quero resolver logo mais não tenho coragem. Espero ter coragem quando os medicamentos não ajudarem mais.

    • Maria querida,

      Nosso coração tudo sabe.
      Já passei pela mesma situação, e sei bem como é.
      Temos de ser fortes e uma forma amorosa e racional, liberá-los para seguir a evolução e parar de sofrer.
      Vc vai saber a hora.
      Fé, Força e Coragem.
      Carinho,
      Estamos aqui.
      Ana.

  6. Queridos irmãos de dor, hoje eu e meu marido tivemos que optar pela eutanásia de nosso gatinho de quase 13 anos com cancer no intestino… está sendo muito doloroso, mas ele já não comia e estava m pele e osso, como também já havia feito 2 quimioterapia sem resultados..Li esse blog que me trouxe consolação;;que outros saibam o que fazer nesse momento tão doloroso…….só quero que PIMPO fique bem..

    • Ana,
      Receba meu abraço bem apertado e cheio de carinho.
      O blog foi criado, quando justamente, passei pela mesma situação que vc…só que meu bb tinha 1 aninho.
      Fico com meu coração grato, por meu blog…estar levando conforto a alma de vcs.
      Fiquem com Deus.
      Tenho certeza que o seu BB, está no colo de Jesus.
      Fiquem todos vcs, com Ele.
      bjoooo no coração.

  7. Olá,
    Simplesmente adoro animais, já tendo ( e ainda tenho 4) vários cães anteriormente. Sempre sinto muito a perda de cada um deles, alguns inclusive por eutanásia.
    Contudo, acho que vivo uma situação especial. Tenho uma cadela dogue-alemã que completou 12 anos recentemente. Ela tem, desde os 7 anos, problemas cardíacos significativos e em meados do mês (junho) surgiu rapidamente um tumor nas costas que sangrava bastante, incessantemente. Foi operado com sucesso, mas, infelizmente, a biópsia concluiu que é um tumor ósseo de bastante agressividade e raridade. A quimioterapia, que será iniciada em dois dias, não apresenta muitas chances de sucesso. Acho que nunca fui tão ligado anteriormente a um outro cão, apesar de todos terem sido muito especiais. Penso nisso sem parar, choro todos os dias, difícil dormir, mesmo com calmante. Hj ela esta bem, ativa e se alimentando normalmente, mas o tempo parece escasso…. Penso se não seria melhor ela ter um ataque cardíaco fulminante e evitar o sofrimento causado por um tumor, pois acredito que mesmo para um veterinário não seja fácil definir o momento certo de desistir e optar pelo sacrifício O consolo é que um dogue-alemão vive pouco, normalmente não passando dos 10 anos e ela, como disse, já completou 12
    Parabéns pelo site!!

    • Olá amigo,

      Eles como nós, tem de seguir a evolução do espírito…por mais que seja doloroso para todos nós.

      Cada um de vcs, que me chega contando suas estórias…meu coração fica pequenininho, pois cada estória foi a minha estória.

      O Blog foi criado para acolher e confortar nossos corações, que na certeza através da fé raciocinada, qdo a dor serena e resta a saudade, que todos vamos nos encontrar novamente.

      E que vc tem um papel mto importante na vida dela. Na evolução do espirito dela, quero tb dizer.

      Deixa a vidinha dela, nas mãos de Deus…o tempo que necessitar para completar o ciclo.

      Fique com ela o tempo que vc puder, amando-a incondicionalmente.

      E tenha a certeza que Deus está com vcs e todos nós.

      Coloque o nome dela na Asseama, para vibrações a distância.

      QQ coisa, estamos aqui.
      Abraço fraternal
      Beijo no coração
      Ana.

  8. Queridos amigos , eu adilson(rj) e minha esposa cida , estamos passando o mesmo drama pois um dos nossos amiguinhos um pinche chamado Ringo(15 anos) sofre há quase (8) meses de uma doença degenerativa semelhante ao mal de Ausameir(desculpem-nos se o nome da doença estiver esrrado), e passa dia e noite rodando em circulos e, só dorme algumas horas a base de tranqulizante ou alguns minutos quando está muito cansados.
    Gostaríamos de ter Coragem para ´pedirmos que algum veterinário iniciasse o processo de desligamento do espírito dele, desse corpinho tão limitado, já nos disseram que é egoísmo nosso mantê-lo nessa situação, mas o amamos demais tanto quanto aos nossos outros (10) cachorrinhos e a nossa gatinha , e não sabermos o que fazer?
    Gratos

    • Queridos Adilson e Cida,
      Tenho certeza que o que vcs tenham resolvido sobre o Ringo, foi a melhor decisão, inspirada por Deus.
      Já passei por isso, e sei o “rasgo” que faz em nossas almas e corações.
      Mas tenham a certeza que não estão desamparados.
      Um grande abraço fraternal,
      Ana Claudia.

    • Fazer eutanásia só por causa da degeneração???de jeito nenhum ,meu poodle grande,tem 15 anos e 9 meses, (pesava 20 kg).,sofre disso tb, roda muito e está com hérnia peritoneal,sem chance de operar, é mto arriscado….então ele roda e vai rodar mto até desencarnar,, eutanásia em último caso…totalmente contra…

      • Prezados Participantes do Chat Lambidas.com:

        com muita tristeza que eu e minha esposa resolvemos relatar para todos que nos apoiaram e criticaram nas ltimas postagens ,que quando pedimos um conselho do que fazer , estvamos no ms de agosto de 2013.

        Tristeza pois a nossa preocupao de que ao rebatermos comentrios de quem no sabe o fim da nossa estria ,em fazermos a interrupo do sofrimento do nosso companheiro Ringo naquela ocasio apenas por comodidade ,poderia parecer que estaramos desejando que seus companheiros chegassem ao mesmo estado do nos Ringo. Passaram-se depois da nossa postagem ,mais (6) meses e, o estado dele se agravou ficando cego e aumentando a agitao dele, comeamos a administrar um sedativo no incio com (3) gotas para ele poder descansar noite, era muita dor! Vocs nem imaginam !

        Ento pedimos foras So Francisco de Assis e, levei-o a uma clnica veterinria decidido a tir-lo daquele sofrimento, sendo a clnica estava cheia e demorei quase 40 minutos para ser atendido, chegando a minha vez, entrei no consultrio e chorei muito e voltei pra casa com ele beijando-o e pedindo perdo, pois o amvamos muito.

        Da completou quase (1) ano e, a situao dele se agravou ainda mais ,pois quando eu minha esposa tnhamos que sair chegvamos ao ponto de dar (10) gotas de sedativo, e quando voltvamos em casa e, o encontrvamos cado todo sujo nas prprias fezes e urina, as vezes ao tentar levantar batia tanto com a cabea no cho que ficava com a cabea cheia de hematomas e sangrando e, muitas outras vezes chorvamos muito. Vocs passariam desse ponto?

        At que ento quase (1) ano depois de rezar muito e pedir a DEUS que o levasse ele naturalmente, chegamos muitas vezes at nos a nos revoltar por no entender porque um animal que no cometeu nenhum pecado teria que sofrer tanto? E no final com muita dor, tivemos fazer por ele o que a Espiritualidade no fez….

        Todas as vezes que chega ao meu e_mail uma nova postagem de companheiros que estejam passando pela mesma dor que ns j passamos, sempre acompanho e s vezes at comento, o que nos entristece imaginar que muitos outros que leram apenas a 1 postagem nos criticaram de Comodismo, mas no sabem que ao longo de nossas vidas j tivemos mais de (30) companheiros entre , ces, gatos e papagaios e, sempre fizemos tudo para salvar suas vidas e, em cada despedida , cada um deles levou um pedao de ns. Hoje criamos (15) Cachorros ,(1) Gata e (1) Papagaio e s vezes nos pegamos a pensar , como iremos suportar quando de cada um deles tiver que partir?

        Muita Paz

        Adilson e Cida

        Em 13 de maro de 2014 17:47, lambidasamigas escreveu:

        > lambidasamigas/ Ana Claudia Cardoso commented: “Oi Maria Aparecida, > Bem Vinda! Tambm concordo que a eutansia, enquanto houver “vida pensante” > e brilho nos olhos, nem pensar… Obrigada por ter vindo ao blog…e no > nos deixe de visitar. bjuuuuuu Ana” >

      • Queridos Adilson e Cida,
        Amigos,
        Não liguem para as criticas…são apenas criticas, não tem a menor importância.
        O que tem importância, é tudo que vc fizeram pelo pequeno Ringo.
        E continuam fazendo pelos animais…quem dera eu pudesse ter espaço, e fazer o mesmo.
        Me resigno então em alimentar gatos de rua e abandonados.
        Como irão suportar qdo um próximo se for???
        Ficamos mais fortes e cientes através do conhecimento…doerá…mas de uma outra forma..
        Então passado o tempo, secaremos nossas lágrimas…e continuaremos nossos trabalho com os animais…
        Pq eles precisam da gente!!! E nós, deles.
        Quero que venham sempre aqui no blog, me ver e contar as novidades de todos os “pequeninos” de vcs.
        Que Jesus os abençoe, ilumine e proteja.
        Beijo no coração de vcs.
        Ana.

  9. Hoje eu me despedi do meu cachorro, e amigo durante 14 anos, tirei de mal tratos, e tentei dar uma vida digna pra ele, e nesses 14 anos ele me retribuiu com muito amor e carinho, ele ficou debilitado de uma hora pra outra, no exame de sangue apresentou uma anemia profunda e tambem perda significativa no funcionamento dos rins a veterinaria informou que nao adiantaria nem tentar fazer uma transfusão pois ele se encontrava muito debilitado, ele ja nao comia, e nem ficava de pé, eu levei pra veterinaria hoje e fiquei com ele em todo momento, conversando e olhando no olho dele, ela aplicou as anestesias e depois o remedio para a parada cardiaca, e meu Deus, como dói, saber que um irmão foi embora, eu passo e olho as coisinhas dele ali no quintal e me aperta o coração de uma forma terrivel, essa decisão, acho que foi a mais cruel de se tomar em 33 anos, pois, você opta por acabar com o sofrimento do animalzinho, e aceita a dor do sofrimento para você.. eu não sou espirita embora a minha religião seja espiritualista, e acredita em reencarnação, sem querer achei o site e tambem algumas coisas do Marcel Benedeti que confesso, não conhecia, e agradeço a espiritualidade por ter me mostrado isso, pois estou um pouco mais aliviado pelas coisas que ele explicou, e tambem pelo medo de a eutanasia ter sido um assassinato, embora eu acredito que o meu cão merecia uma morte digna.. ele se chamava Lipe e era um huskie… que São Franscisco de Assis, e nossos mentores nos conforte, pois acredito que todos aqui somos irmãos de dores..

    • Assim Seja, irmãozinho!
      Que o seu coração esteja mais em serenidade.
      Passei exatamente por isso, e sei o que vc está sentindo.
      Que bom, que vc leu o blog…foi dessa maneira, buscando consolo, que minha dor serenou.
      Estamos aqui, quando vc precisar.
      Abraço fraternal.
      Ana Claudia.

  10. olá eu tinha um Boxe alemão a 10 anos ele estava com cancer não havia mais nada o que fazer o veterinário fez varios exames e tirou o testículos dele foi muito dolorido ver ele sofrendo tanto ele se recuperou da cirurgia ficou bem durante 2 meses !!ai apareceu o cancer perto do penis dele e tomou conta da barriga inteira cuidei ele estava sofrendo muito fazia 4 noites que ele não dormia….liguei p/ veterinário e ele pediu p/ mim levar ele!!senhor DEUS eu tinha que tomar a decisão de deixa ele concluir a Eutanásia ele esta consciente o veterinário disse que era uma pena que ele era Lindo….mais naum teve jeito na hora da Eutanásia eu fiquei com ele….. passando a mão na cabeça dele e foi anestesiado p/ dormir em seguida foi feito o procedimento !!ta sendo muito dificil p/ mim hoje faz 5 dias que ele esta Dormindo e eu sei que ele não ira mais acordar ele era tão importante na minha vida estou sofrendo muito….estou depressiva ele não fez mal a ninguém pelo contrario ele só me deu carinho e eu retribui ……foi muito dificil tomar a decisão

    • Julia Amada,

      Hj dia de São Francisco de Assis, 4 de Outubro.

      Peço à Ele, que conforte e ampare todos os nossos corações, que tiveram que passar por essa experiência
      de tanta coragem e amor (sim, amor), mas muito muito dolorosa.

      Peço a São Francisco, que cuide de todos os nossos animaizinhos que estão na espiritualidade, evoluindo e se
      preparando para uma nova encarnação.

      Peço a São Francisco, que se nós tivermos merecimento e se for da vontade de Deus, que um dia eles, nossos pequeninos
      voltem a conviver conosco.

      Peço a São Francisco que toque no coração das pessoas ignorantes, que não conhecem a Luz, para que possam começar amar, respeitar e entender
      os animais.

      Força querida, vc não está só!
      Jesus, está ao seu lado.
      O luto é inevitável…mas ele passa. A saudade fica.
      E logo vc voltará a sorrir e cuidar de outros pequeninos, que precisam de amor.

      Fique em paz.
      Um beijo carinhoso
      Ana.

  11. Sabado passado, despedi do meu grande companheiro, amigo, meu anjo , meu Smurff que por 19 anos e meio ficou do meu lado . Infelizmente ele nao andava a mais de um ano, usava frauda, tinha que ajudar a fazer coco por nao ter força para fazer sozinho, tinha um sopro no seu coraçãozinho que nenhum veterinário entendia como ele estava vivo ! Mas mesmo assim ele era forte e valente, só queria ficar ao meu lado …infelizmente a uréia ficou com um nível bem elevado e causou uma infecção . Quando percebi que não tinha mais jeito, pedi força a Jesus e a todos os mentores da espiritualidade e pedi ao arcanjo Metraton que envolvesse no seu manto platino de quinta dimensào e que cuidasse dele ….foi assim que me despedi do eu SMurfff, com uma dor incalculável mas com muito amor .
    Sei que hoje ele continua cuidando de mim e que com certeza um dia estaremos juntos novamente!!

    • Carmen,
      Bom Dia!

      A cada depoimento de vcs, me emociono muito, pq sei exatamente o que vcs estão sentindo.
      Passei pela mesma situação, e te confesso…que ainda dói muito, qdo penso no meu Negãozinho.
      Mas acredito, que um dia ainda vou ter ele do meu lado,novamente. Para que possamos viver juntos esses 19 anos,
      que vc e o Smurff viveram.
      Infelizmente viveu ao meu lado, apenas dois anos, depois que tirei ele do abandono nas ruas. Foi abandonado aos 7 anos de idade.
      E assim vamos caminhando morrendo de saudade, mas sabendo que todos nós precisamos evoluir, e eles também.
      E que eles estão sempre acompanhados dos seus anjos guardiães.
      Obrigada por ter vindo ao Lambidasamigas.
      Um beijo carinhoso,
      Ana.

  12. Minha cachorrinha tem 15 anos. Sofre a dois anos de câncer. Já passou por mais de três cirurgias. Descobrimos início do ano que seu coração cresceu tanto que está tapando parcialmente a traqueia dela. O remédio que começou a tomar acabou por afetar seu sistema renal. Depois de passar por inúmeras internações, e tratamentos, hoje a médica nos deu a notícia de seu estado terminal irreversível. Ela não come, não tem forças pra andar, e chora de dor enquanto dorme. A médica falou que sua dor só iria aumentar dia após dia, e acabou por me indicar a eutanásia. Estou em cacos! A decisão é muito dolorosa! Comecei a procurar algo pra acalmar meu coração e minha alma. Achei este blog. Muito obrigada. Sei agora que estou fazendo a escolha certa, que Mylla partirá em paz, rodeada de amor, assim como foi em vida. Deus abençoe muito você! Abraços!

    • Thais querida,

      É muito difícil, a cada comentário que leio de vcs, não encher os olhos de água.
      Porquê entendo cada letrinha carregada de sentimentos, que só quem passou sabe o que é.

      Eu tive que fazer isso, por 2x…. e na segunda vez…ouvi da veterinária que cuidava do meu Negãozinho:

      -O que vc fez, foi um ato de muito amor e coragem. Vc o liberou de todo o sofrimento.

      E….é mesmo.

      Então, a dor no início é avassaladora…mas vai ficando muito pequenina com o passar dos dias…

      Tenha a plena certeza, neste caso da Mylla, que vc está fazendo o certo.

      E Exatamente, ela está voltando para casa, seguindo a sua evolução, acompanhada de bons espíritos guardiães….plena de amor e livre de dor.

      O que vc precisar, estou aqui através do blog.

      Um beijo no seu coração,
      Ana.

  13. Querida amiga, a. 3 semanas tomei esta atitude com meu Smurff de 19anos e meio….foi muito difícil, porém vê-lo sofrer era pior ainda…ele nao tinha nenhum tumor, mas a uréia estava em um grau muito elevado e provocou uma infecção que generalizou……Meu Smurff sei que descansou e eu tambem parei de sofrer !!! Sinto muito sua falta, mas recebi o conforto do plano espiritual que me da a certeza de um dia estaremos juntos novamente…..beijosss , força e fique em paz

  14. Thais,bom dia!
    Eu e minha esposa Aparecida , publicamos em 25/07/2013 há (3) meses a angústia que estamos vivenciando com um dos (15) companheirinhos que cuidamos , um caozinho nosso chamado RINGO , um pincher de mais ou menos 15 anos de idade sofre de uma doença degenerativa cerebral conhecida como sindrome do cachorro idoso, ele roda em torno do corpo dia e noite sem orientação até cair de cansaço , e há mais ou menos (2) meses cheguei a levá-lo a um veterinário para interromper a vida dele por eutanásia , chorrei muito e voltei pra casa com ele , e decidimos mantê-lo conosco sob o efeito de sedativo, e descobrimos que apesar de não enxergar bem ele sente a nossa presença e se alimenta bem e que o nosso amor por ele ainda o mantem vivo.
    No seu caso é diferente ! pois o amor que sentimos pelos nossos companheiros não pode ser egoísta, até quando pudermos mantê-los ao nosso sem sofrimento , DEUS ,os anjos Guardiãos e Protetores dos Animais não darão forças para não sermos cruéis com eles , e Mylla sempre estará a seu lado e um dia vcs se encontrarão para concluirem esta história de amor.
    Paz no seu coração!
    Adilson e Cida

    • Confesso que esta sendo difícil deixar o luto passar. Hoje a senti no meu pé, na cozinha enquanto preparava o almoço. Chorei muito! Estou numa luta horrível entre a razão e a minha humanidade. Por isso, peço orações.
      Mylla teve uma vida cheia de amor, lutou muito esse ano, passou por intervenções médicas durante esses 3 últimos meses que a deixaram muito debilitada. Ela não queria mais comer nem beber água, acredito que estava cansada de remédios, crises e dores. Eu creio que a ajudei, tenho fé que ela partiu feliz, plena, e sem sofrimento, sabendo que foi/é muito amada.
      Desejo do fundo do coração que o Ringo possa ter uma passagem tranquila, e sei que enquanto este dia não chegar, ele será muito amado e cuidado. E Deus abençoará muito a sua família por isso.
      Amor sempre retorna com amor em dobro.
      Abraços!

  15. Há 7 dias, tive que optar pela eutanásia da minha cadela cocker de 12 anos e 9 meses. Ela estava com cancêr de mama com provável metástase no pulmão e sopro no coração. Ano passado já havia tido um tumor e piometra, foi operada, castrada e fez 5 sessões de quimioterapia. Estava ótima, até aparecer um caroço na barriga que achamos ser hérnia (considerando que o veterinário que tinha feito a castração e as quimios disse que ela não tinha nódulo algum na mama e saúde de filhotinho). Pouco tempo depois o tumor cresceu consideravelmente e ulcerou. Pedimos a opinião de 3 veterinários e todos falaram que era um câncer muito maligno, ainda mais por ter ulcerado.
    Não quisemos sacrificar, porém ela começou a emagrecer rapidamente, não conseguia andar direito pq descadeirou, quase não comia, só bebia água.
    Não respondia a estímulos externos, não nos olhava, não abanava o rabo, nada. Estava vegetando. Uivava as noites de dor. Aí decidimos infelizmente pela eutanásia. Doeu muito. Hoje tem 7 dias e sei que, mesmo sem a eutanásia ela provavelmente já ela teria morrido naturalmente. É um dor tão grande que chega a ser física. Mas hj ela está livre de toda dor que sentia. Preferi sofrer (ao decidir pela eutanásia) do que vê-la continuar sofrendo, agonizando sem poder fazer nada. Foi como uma prova de amor. O meu sofrimento em troca do sofrimento dela.

  16. Eu morro de saudade do meu Porquinho,ele era um filhinho pra mim,me sinto um monstro de ter tirado a vida dele, e por mais que eu saiba que ele tava sofrendo,não conseguia mais comer, sentia dor ,ainda me sinto culpada como uma assassina,não adianta eu repetir pra mim mesma que ele pode descansar,que as dores acabaram….não adianta.Me sinto culpada,meu bebezinho não esperava isso de mim, parece que eu trai a confiança dele.Meu inferno pessoal começou dia 12 de setembro, quando ele ficou doente,e morri junto com ele no dia 15 de dezembro quando ele se foi…Se ele tivesse morrido dormindo,se eu tivesse encontrado ele morto,tudo bem, eu iria ficar arrasada, mas como a decisão foi minha,a culpa está me corroendo, a saudade é incontrolável, choro todos os dias.Queria tanto beijar ele, acariciar seu pelinho macio, carregar ele no colo,de noite acordo com as mãos esticadas como se tivesse tentando pegar ele, a saudade tá me matando e não vejo mais graça em nada.Queria abraçar ele pedir perdão, sinto um vazio insuportável.A cada dia a saudade aumenta sinto falta do cheirinho dele.te amo meu docinho,e por favor não me odeie.

  17. Estou em pedaços. Meu cão pastor de 13 anos e 9 meses está paralisado há quase um mês. Por isso, está com várias escaras pelo corpo. Esta noite, não conseguiu dormir de dor. Após muito relutar, resolvi saber sobre a eutanásia animal pelos sites e estou decidindo pelo procedimento.
    Sei que vou sofrer muito com isso, mas acredito que não tenho outra solução, pois a veterinária disse que ele não mais tornará a andar.

  18. Meu lindo cãozinho de nome Duda (raça Cockie spaniel), estava sofrendo, teve problemas de artrose (degeneração muscular) devido a sua idade de 15 anos. Durante dois meses e meio só ficava deitado (a base de remédios), não conseguia levantar e sentia dores, nos seu dois últimos dias ficava chorando/gritando de dor (parecia que ficava pedindo ajuda para pararmos com aquele seu sofrimento).
    Levei-o ao veterinário, e este, optou em fazer a eutanásia, pois seu estado era crítico e não tinha volta (cura). Foi muito difícil para mim. Mas o que mais me arrependo foi ter deixado o seu corpo na clínica para que eles fizessem sua cremação.
    Minha pergunta é:
    1- Será que seu espirito foi em paz?
    2- Não seria melhor para ele, eu ter trazido seu corpo e fazer seu sepultamento?
    3- Será que ele encontrou seu caminho de luz mesmo com esta circunstância de te-lo deixado para cremação?

    Estou sofrendo muito e arrependido em não ter trazido seu corpo comigo e ter feito seu enterro.
    Estou sofrendo muito e chorando com muita saudades e arrependimento em ter deixado seu corpo na Clínica.

    Minha preocupação é saber se ele esta bem. Por favor ajude-me e me responda as perguntas acima a respeito de como ele deve estar.
    Será que vou ficar com esta culpa e arrependimento até o fim de meus dias?
    Sei que o tempo vai curar minha dor, mas talvez não o meu arrependimento.

    • Querido Gilson,
      Não se culpe por nada.
      Corpo é apenas matéria. O que importa é o espírito.
      Qdo os animais desencarnam, eles estão sempre acompanhados de seus “guardiães”, que não os deixam nenhum segundo sozinhos.
      Eles são encaminhados para lugares de refazimento, e logo que estejam prontos, vão estar com outros animais, em Colônias Espirituais, próprias para animais.
      Não se martirize, ele está bem. Com toda certeza.
      Recomendo à vc, leituras do Dr Marcel Benedeti e A Desencarnação dos Animais, Fabricio…vai te esclarecer e acalmar seu coração.
      Aqui mesmo no blog, nas páginas, vc encontra muito material, que vai te ajudar.
      Qq coisa estamos aqui.
      Venha sempre.
      Carinho
      Ana.

      • Obrigado! Suas palavras me consolam.
        É o que mais desejo e que acredito também, senão do que vale essa nossa vida e as dos animais também, sem um propósito. Amém.
        Um grande abraço.
        Gilson.

  19. Estamos sofrendo muito com meu Huskay chama-se Lobinho. Ele fez uma cirurgia na pata dianteira mandamos para biopsia e nada acusou. porem outro tumor apareceu na pata traseira, ele fez a cirurgia e a biopsia acusou – tumor maligno. para nossa surpresa ele esta com outros tumores um no coração e outro no pulmao. Hoje levei ao veterinario oncologista e foi diagnosticado que o cancer ja ocupou todo abdomem. Não sei o que fazer. Peço tanto a Deus que o leve sem dor. Está muito dificil de tomar a decisão. Achei esse blog e tento me confortar com os depoimentos. Meu Deus nos ajude.

    • Nilcen querida,
      O meu primeiro gatinho, o Tchuco foi acometido de Leucemia felina, que é fatal.
      Fiz tudo que eu podia fazer, inclusive quimioterapia. Muito a contra gosto, dos familiares.
      Mas fiz. E tentei.
      Cheguei no ponto que vc está…e como espírita, pedi mesmo que Deus o levasse…e fiz isso também com dois Hamsters, chamados Nina e Mimi…
      Por quê não aguentava mais o sofrimento deles.
      Sentei e pedi com todas as minhas forças, que Deus tivesse misericórdia deles.
      Pro Tchuquinho, ainda tive tempo de falar: vai na luz… e ele foi.
      Fiquei calma, passei lavanda em seu corpinho, ritual que sempre faço com meus animais.
      E no dia seguinte ele foi cremado.
      A dor fica por um tempo…mas vai passando.
      Hoje tenho outros animais, inclusive um gatinho MIMADOOOOO, que tenho certeza que é o Tchuco, pois só um gatinho maluquinho para gostar tanto de azeite…ambos.
      Siga seu coração.
      E o que vc precisar, venha até o blog.
      Um enorme beijo, recheado de carinho.
      Ana.

  20. Ontem tive que eutanasiar minha companheira de 11 anos, estava com um câncer muito agressivo na boca, olhos, cabeça e pulmões, começou a sangrar e não responder mais e estava visivelmente com muitas dores, íamos iniciar a quimioterapia dia 12, mas resolvemos por compaixão acabar com seu sofrimento, acompanhei todo processo até o fim e senti uma paz, como se suas dores tivessem acabado, Latoya era forte, precisou de duas anestesias gerais para seda-lá, um cavalo teria entrado em coma, quão era sua vontade de viver, agora fica a saudade, a dor e o reforço, terei eu agido corretamente fazendo o papel de Deus tirando sua vida? É possível eu reencontrar ela novamente nessa vida? Como eu a amo! Como estou sentindo a partida da minha companheira querida…

    • Ingrid Querida,
      No ponto que Latoya chegou, seria egoísmo deixá-la sofrer tanto.
      Hoje, após muitas pesquisas, vejo que em alguns casos é permitido e consentido pela espiritualidade, que façamos isso.
      Não se culpe, jamais.
      Se for da vontade de Deus, como respondi em post anterior, sim vcs estarão juntas de novo. No tempo certo.
      Leia aqui no blog sobre reencarnação, tempo de volta…como passei por momentos iguais e doloridos, fui colocando aqui no blog todo conhecimento, que eu pudesse, para levar conforto, acolhimento e esperança ao corações de vcs.
      O amor será para sempre e único para cada peludinho…mas a dor passa e ficará uma lembrança linda.
      Confie na espiritualidade.
      Força e Fé.
      Bom ter vc também, no facebook.
      Qq dúvida, não hesite em perguntar.
      beijoooo no coração
      Ana.

    • Ingrid, estou sentindo o mesmo que voce…..como e’ dificil aceitar o fato de termos que enfrentar uma decisao tao devastadora……Meu coracao doi….Paz e Luz!

  21. Muito obrigada Ana, hoje a dor se acalma, mas tem horas que ela aperta, mas estou tentando lembrar as coisas boas e mandar muita energia positiva, boas vibrações, para que ela se recupere rapidamente e assim meu coração tenha paz. Bjs!

  22. Acabei de perder minha Chloe hoje….minha gatinha de 2 anos foi dagnosticada com cancer no dois rins a um mes atras…Foi tudo muit rapido e vendo seu declinio, decidi em coloca-la nas maos dos anjos…..nunca imaginei que fosse doer tanto…e o pior como muitas pessoas fica o ponto de interrogacao se tomei a atitude certa, se fui precipitada…..ahhh e’ uma dor enorme. Como saber se tomei a decisao certa?

  23. A dor e tanta que não sei nem como começar.
    Tive um poodle que viveu comigo durante 18 anos, ganhei ele tinha 6 ano hoje tenho 24. o mesmo me deixou por morte natural em 2 de abril desse ano. Rezei e pedi muito para todas as falanges para que eu não precisasse tomar uma decisão dessas, ele sofreu de dezembro a abril, começou a ter queda de glicose e com isso vinha as confusões, minha mãe e eu paramos nossas vidas por ele, além dos canceres que ele apresentavam. Graças a deus ele morreu naturalmente. Sofri e chorei muito.as vezes lembro dele e ainda choro, mais eu me conformei. A dois anos havia perdido outro de 14 mais foi bem rápido sem sofrimento para ambas as partes. Graças a deus.
    Mais infelizmente hoje não tivesse escolhe pela minha pastor com vira lata.
    Em novembro do ano passado tive que fazer uma retirada de útero pois ela poderia morrer por causa da inflamação e tiramos uma cadeia mamaria que estava tomada de tumores e uma hérnia. Nunca mais meu mostrinho(apelido carinhoso) foi a mesma. Em dois meses perdeu a visão, a oftalmologista dizia que estava tudo normal que era neurológico, nos encaminhou para um neuro, mais ela começou a ficar tão agressiva que deixamos pra la. Mais ela cada vez estava mais agressiva cheguei ao ponto de ficar +- um mês sem fazer um carinho nela. E os tumores apareceram novamente. A uns 5 dias entrei junto ao veterinário com medicação para neurológica e ela começou a apresentar diarreia, e depois a evacuar sangue e coágulos. Parou de comer e beber agua, chamamos o vet. mais já era tarde, fizemos exame de sangue e medicação. O exame deu infecção e anemia. Resolvi internar, pois ela sentia muito dor de não levantar e chorar apenas em mexer nela,mais tinha me avisado que ela poderia não sair mais. Fiz raio x, deu pneumonia, fiz ultra deu gastrite e infecção urinaria. Então chamamos a neuro, E ae o céu me mandou a decisão mais difícil desses 24 anos. A medico suspeitava de uma encefalite ou dos tumores terem atingido o cérebro e a coluna. as curas eram mínimas mais sai dela rezando pedindo para não precisar fazer essa escolhe e estava decidida que não mataria ela, que eu não era um mostro.. mais quando cheguei hoje no dia 12 de julho ela chorava de dor mesmo com morfina e tramadol que são remédios fortes. Não podíamos nem tocar nela, e assim vi que eu seria um mostro se continuasse deixar ela sofrer daquela maneira, que eu não poderia ser egoísta a essa ponto. E então fiz a eutanásia. Meu coração ta em pedaços. Choro a todo momento, tudo me faz lembrar dela. O fato não e perder, pq quando ser perder da maneira natural você não teve que fazer escolhas. Sei que a dor passa, que os momentos ficam guardados. Mais ate o tempo passar……… Eu sempre vou amar vcs meus filhos dyana e pyter Fico me perguntando pq eles sofrem, mesmo lendo tudo que li no blog não consigo aceitar que pra evoluir eles tenham que sofrer tanto e os que não sofrem?! já são evoluídos? animais tem carma?

    • Bruninha querida,
      não tive como não saber que era vc…
      sou eu Ana Claudia, do Face… 😉

      Amore,
      Os animais assim como nós precisam evoluir
      e infelizmente assim como nós
      aprendemos com amor e com a dor…
      É difícil de entender mesmo.
      Mas tudo é na mais perfeita divina ordem de DEUS.
      Aqui no blog, tem algumas respostas para suas dúvidas
      Qdo tiver tempo, leia.
      Tudo é evolução.
      E vc vai se sentir mais confortada.
      Qq coisa me escreva por inbox no face, o que eu puder te ajudar…
      Beijoca no seu coração
      Ana.

  24. Estou em prantos hoje tive que tomar a decisão mais doida da minha vida, abreviar o sofrimento da minha gatinha Fafá, ela desde fevereiro de 2014 vinha lutando contra a Insuficiencia Renal, tendo 11 de creatinina e 440 de ureia, foi uma guerreira e eu dei a ela todo tratamento disponivel e recomendado,hoje nao consegui dar comida pra ela, eu batia a ração renal(sachet) e dava na boquinha , mas ela trancou e u consegui dar suplemento com seringa, mas ela estava tão fraca que mal conseguia andar e quando o fazia ela caia,dos 4kg que ela pesava estava pesando apenas 1.6kg, mesmo dando comida a ela 6x ao dia e mais os suplementos, medicamentos e vitaminas, ela ja não conseguia reagir, mas eu não conseguia deixa-la ir, seus olhinhos me imploravam para acabar com seu sofrimento, conversei com a minha veterinaria e depois de fazer uma ultrassom e mais exames de sangue constatou-se que nada mais poderia se fazer,tudo foi feito com muito amor com ela no meu colo, tão quietinha que mal mexia, só gemia as vezes, fez a anestesia e fiquei conversando com ela, falando o quanto eu a amava mas que não conseguia ve-la sofrendo, ela partiu mas a dor é muito grande, fiquei aliviada ao ler este blog, quantas pessoas passam por isso, autorizei a cremação e vou receber suas cinzas para colocar em um lindo jardim que vou fazer para ela.

    • Amada Suely,
      Meu cachorro Negão…tb teve IR e tive que abreviar sua sobrevivência pq estava com 22 de creatinina…
      Sinto seu coração como se fosse o meu…
      Eu é que agradeço a DEUS por poder ajudar vcs com tão pouquinho…
      Tb sempre optei por cremação.
      Desejo a vc todo carinho, paz, entendimento e acolhimento
      O Blog é de vcs e para vcs.
      Fico feliz em ter podido ajudar.
      Com muito carinho
      Ana.

  25. Passei por tudo isso há 10 meses atrás … Meu Nico se foi, nosso fiel escudeiro. Mas sei que meu coração está acalmado, porque fizemos tudo que foi possível para o seu bem-estar … No entanto, no final, nada mais restou, a não ser tomar uma atitude drástica 😦 E hoje está sendo difícil, também, pois minha mãe optou, também, por isso, porque sua cachorra está com tumor na cabeça … Atitude de amor e não egoísmo e criminosa. Onde eles estejam, irão nos proteger e nos orientar ! Beijo e carinho a todos os amigos que estão sofrendo com estes momentos.

    • Que lindo Ivana…é isso mesmo…
      Atitude de amor e não egoísmo e criminosa!!!!
      Que todos tenham o seu entendimento.
      Passei por isso…e escutei da veterinária isso mesmo..qdo eu estava aos prantos…
      atitude de amor e libertadora.
      Dolorida…requer mta coragem…e amor
      Mas eles voltam…
      Que DEUS te ilumine, a sua mãe também…e ensine as pessoas com seu aprendizado.
      Paz e luz.

  26. Há um mês atrás recorri a eutanásia pra acabar com o sofrimento de minha Pérolinha, ela estava com câncer e surgiram novos tumores…quando diagnosticada eu ainda pensei em operá-la mas o vet achou um maior e ficamos com medo que ela não aguentasse a cirurgia. Vivemos por mais seis meses, eu falava que seria sempre o primeiro dia e assim foi…brincamos e nos divertimos muito, pegamos chuva, fizemos bolinha de sabão e deixei que ela comesse todas as besteiras que quisesse…rs. Mas no dia 01/07 na consulta do vet, perdi a batalha…algo estourou internamente e seu corpinho estava com um cheiro muito ruim…não daria mais…fiquei cega naquele consultório. Mas, não poderia ser egoísta…sai de lá feito uma desesperada quase fui atropelada, mas sabia que ela foi muito amada e eu não estava deixando pra morrer e sim pra que seu sofrimento não fosse mais prolongado, foi o que eu disse entre ela e eu, que sofra eu. É muito difícil tomar essa decisão, pensei que talvez Deus não me perdoasse por isso…mas acho que fiz o certo…

    • Renata,
      O que vc fez foi de uma coragem absurda. Amor Incondicional.
      Libertador e evolutivo.
      DEUS não nos culpa por nada.
      E nesse caso é perfeitamente aceitável pela espiritualidade.
      Não se culpe.
      Vc fez o certo sim!
      A vida segue, hj doendo…mas passa.
      E vc tem uma missão, ajudar cada vez mais os animais.
      Pra frente amiga, é que se vai.
      Ore sempre por ela e por todos os animais do mundo.
      Bjuuuuu

  27. Gente, como diz a Ana Claudia depois de ler tantos depoimentos lindos, sinto o quanto amamos estes pequenos seres, porque preferimos sofrer a deixa-los sofrer mais, meu coração ainda sangra de dor de saudades da Fafá minha gatinha e a dúvida se fiz o que era correto, mas quando me lembro do sofrimento dela…acalmo o meu coração, quando vejo fotos dela bem e uma foto dela ja doentinha vejo que maldade seria deixar prolongar o sofrimento dela, nossos amados estão no ceu dos animaizinhos se preparando quem sabe até para voltar para nós.

      • Nossa …… Quanto sofrimento, após que 2 meses de tratamento contra erliquiose ( sem resultados) hj meu menino Léo foi diagnosticado com leishmaniose, apesar de não apresentar os sintomas da doença, começou com espirros insesantes, depois perda de peso , vômitos, hemorragias nasais, logo que iniciamos com os medicamentos os vômitos acabaram e deram lugar a hemorragia nasal , a veterinária disse que era comum em pacientes com erliquiose, e isso ocorreu por uma semana até que a hemorragia foi contida , exames indicaram um forte anemia em decorrência da doença , iniciaranse compostos vitamínicos durante a noite , ele aparentava bem , com apetite e bebendo muita agua, e apos 30 dias de tratamentos exames realizados novamente revelaram que a anemia havia se agravado, e como meu BB era muito resistente não apresentava sintomas, e foi sugerido exame para verificar a presença da leishmania, em minha cidade não há laboratórios para realização do exame e que teria que ser realizado em outro estado, e que durariam de 10 a 15 dias para ficar pronto, e me BB começou a enfraquecer e comer muito pouco, deixamos de oferecer ração pois já não queria mais, e como ele adora muito carne de frango , passamos a alimentalo com peito de frango, agora até o alimento que tanto gosta ele esta recusando, de uns 4 dias para cá ele se recusa a alimentarse, então levamos até sua boca, e esta muito fraco e só fica deitado só se levanta para beber agua e fazer suas nessecidades, e hj sua medica me ligou e disse que seu resultado deu positivo para leishmaniose, e quer conversar comigo e minha esposa a respeito de nosso BB , estou muito triste, e mais triste ainda que ele se recusa a receber carinho de minha esposa e eu, e mesmo deitado e muito debilitado ele rosna quando nos aproximamos para acaricia lo, estamos muito tristes.

  28. Ontem foi um dia muito triste pra mim,sindy minha pequena partiu,16 anos em minha companhia, perdeu a visao audiçao e estava com cancer de mama, fiz tudo que pude, era muito amada , o veterinario dela optou por eutanasia ,ontem qdo foi internada foi feita a avaliaçao e o rim dela tb tinha parado ,tivemos q acabar com i sofrimento dela,foi dificil muito triste a despedida, fiquei com ela o tempo todo ate o ultimo suspiro dela.Ta doendo muito,a casa ta vazia.so quem ama animais como eu sabe a dor que é.

    • Olá Marisa, é um dor enorme mesmo. Mas sinta-se um pouco melhor sabendo que agora ela está livre de todo sofrimento. Passei por isso algs vezes e sei como deve estar sentindo-se. Mas passa, fica a saudade e a esperança de um dia estarmos todos juntos novamente. Abs fraternos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s