Fotógrafa faz ensaio com gatinhos cegos para ajudá-los a serem adotados.

 

Casey E UMA Fotógrafa de gatos de Los Angeles e EUA SUAS fotos – Que São Incríveis – Para Ajudar OS bichanos a Serem adotados.

Uma Fotógrafa E um Profissional oficial de Vários abrigos e grupos de Resgate de animais, incluíndo o Santuário de Milo , Que É UM Abrigo parágrafo gatinhos Portadores de Necessidades Especiais.

Casey percebeu hum aumento não Número de gatos Adultos e filhotes CEGOS Nos abrigos e grupos em Que presta Serviço Voluntário.

Uma Fotógrafa, EntreTanto, recebeu ISSO Como hum Sinal e decidiu Fazer hum Ensaio especial com Estes bichinhos.

gatinhos CEGOS

Ela, ENTÃO, Entrou em Contato com a fundadora do Santuário de Milo , Onde conheceu  Regis , um gatinho cego, em abril Deste ano. Para SUA felicidade, tanto um Quanto fundadora Regis toparam a ideia do Ensaio na hora.

    COMENTÁRIOS Casey E UMA Fotógrafa de gatos de Los Angeles e EUA SUAS fotos - Que São Incríveis - Para Ajudar OS bichanos a Serem adotados.  Uma Fotógrafa E um Profissional oficial de Vários abrigos e grupos de Resgate de animais, incluíndo o Santuário de Milo, Que É UM Abrigo parágrafo gatinhos Portadores de Necessidades Especiais.  Casey percebeu hum aumento não Número de gatos Adultos e filhotes CEGOS Nos abrigos e grupos em Que presta Serviço Voluntário.  Uma Fotógrafa, EntreTanto, recebeu ISSO Como hum Sinal e decidiu Fazer hum Ensaio especial com Estes bichinhos.  Gatinhos CEGOS Ela, ENTÃO, Entrou em Contato com a fundadora do Santuário de Milo, Onde conheceu Regis, um gatinho cego, em abril Deste ano.  Para SUA felicidade, tanto um Quanto fundadora Regis toparam a ideia do Ensaio na hora.  Cobre (Cobre) foi resgatado AINDA filhote, Andando por ai cego, com fome e com medo Muito cobre foi resgatado AINDA filhote, Andando por ai cego, com fome e com Muito medo.

    COMENTÁRIOS Casey E UMA Fotógrafa de gatos de Los Angeles e EUA SUAS fotos - Que São Incríveis - Para Ajudar OS bichanos a Serem adotados.  Uma Fotógrafa E um Profissional oficial de Vários abrigos e grupos de Resgate de animais, incluíndo o Santuário de Milo, Que É UM Abrigo parágrafo gatinhos Portadores de Necessidades Especiais.  Casey percebeu hum aumento não Número de gatos Adultos e filhotes CEGOS Nos abrigos e grupos em Que presta Serviço Voluntário.  Uma Fotógrafa, EntreTanto, recebeu ISSO Como hum Sinal e decidiu Fazer hum Ensaio especial com Estes bichinhos.  Gatinhos CEGOS Ela, ENTÃO, Entrou em Contato com a fundadora do Santuário de Milo, Onde conheceu Regis, um gatinho cego, em abril Deste ano.  Para SUA felicidade, tanto um Quanto fundadora Regis toparam a ideia do Ensaio na hora.  Cobre (Cobre) foi resgatado AINDA filhote, Andando por ai cego, com fome e com medo Muito cobre foi resgatado AINDA filhote, Andando por ai cego, com fome e com Muito medo.  AJUDANDO O SANTUÁRIO Pixie Pawspouncer foi Jogada Pssaro cega e prenhe.  Milo da salvou a ELA e SEUS filhotes.  Pixie Pawspouncer foi Jogada Pssaro cega e prenhe.  Milo da salvou a ELA e SEUS filhotes.

Pixie Pawspouncer foi Jogada Pssaro cega e prenhe. Milo da salvou a ELA e SEUS filhotes.

O Abrigo E UMA ONG Fundada com base de na Crença de Que Todos Os gatos merecem Uma Segunda oportunidade na vida, principalmente aqueles com incapacidades Físicas, Como OS gatos Idosos, OS Que São Portadores de Doenças Terminais, or sofreram abuso e precisam de hum lar amoroso e donos Que OS compreendam e OS ame.

TODOS OS gatos não de Milo recebem Cuidados Médicos É Tudo Que precisam parágrafo Terem uma Melhor Qualidade de vida Possível.

A ONG Depende Exclusivamente de Doações parágrafo Continuar SUA Missão de Ajudar gatos Adultos e filhotes Portadores de Necessidades Especiais Que, de Outra Maneira, abandonados acabariam.

MESMO Doações de 1 Dólar fazem a Diferença Para uma Instituição e TODO centavo doado vai diretamente Pará Cuidar dos bichinhos. A ONG E mantida Exclusivamente Pela Boa Vontade de Voluntários e ninguem recebe QUALQUÉR tipo de Remuneração.

O Instagram de Casey ESTÁ Cheio de coisinhas fofas como estas.

VEJA TODAS AS FOTOS DOS gatinhos CEGOS E LINDOS AQUI: https://awebic.com/animais/fotos-gatos-cegos-adocao/

Fonte: boredpanda.com .

ONG Adote UM GATINHO

Aqui no Brasil TAMBÉM É Fácil Encontrar Entidades serias com Voluntários Que Realmente Amam OS bichinhos. A ONG Adote hum gatinho E delas UMA.

ELES TAMBÉM TEM gatinhos Portadores de Necessidades Especiais e, Quem Puder NÃO adotar, PODE contribuir apadrinhando hum dos bichanos.

Clique Aqui e conheça a Organização.

Gostou História Dessa? AJUDE-SOE um Encontrar hum lar parágrafo cessos e Outros gatinhos: compartilhe!

Gatos também gostam de música: cientistas inventam canções específicas para felinos.

Pesquisadores demonstraram que uma boa melodia pode ter o mesmo efeito calmante para gatos que nós experimentamos quando ouvimos uma música harmoniosa. No entanto, o gosto dos felinos certamente não é o mesmo que o nosso.

Para descobrir se gatos respondiam à música, cientistas da Universidade de Wisconsin e da Universidade de Maryland, ambas nos EUA, compuseram canções específicas para os bichanos.

“Estudamos as vocalizações naturais de gatos e combinamos a música para a mesma faixa de frequência, cerca de uma oitava ou mais superior que a faixa de vozes humanas”, explica o principal autor do estudo, Charles Snowdon.

Como a música humana muitas vezes imita o ritmo do nosso batimento cardíaco, a equipe replicou o ritmo de coisas que os gatos poderiam achar interessante em suas composições – por exemplo, uma canção contou com um ritmo de ronronar, e outra apresentou um ritmo de sucção.

A trilha sonora do vídeo abaixo é uma das canções criadas pelos pesquisadores, chamada “Spook’s Ditty”. Você pode ouvir mais criações no site da equipe de pesquisa, “Music for Cats”.

A reação dos gatos

Os pesquisadores reproduziram as canções a 47 gatos domésticos, e observaram como os felinos reagiram quando as ouviram, em comparação com quando escutaram duas músicas clássicas humanas– “Air”, de Johann Sebastian Bach, e “Elegie”, de Gabriel Fauré.

Os gatos simplesmente não responderam à música humana. Mas quando a música feita especialmente para eles começou a tocar, os animais ficaram alertas e se aproximaram dos alto-falantes, muitas vezes esfregando suas glândulas de cheiro sobre eles, o que significa que estavam tentando reivindicar o objeto para si.

Segundo os cientistas, usando versões de canções harmoniosas, a pesquisa pode oferecer novas formas de manter gatos calmos em abrigos animais e veterinários, por exemplo.

E, além do lado terapêutico, o estudo também fornece uma visão fascinante sobre melodias voltadas a diferentes espécies animais.

Um dos coautores, David Teie, já havia mostrado que macacos também respondem de forma diferente à música composta especialmente para eles. A equipe agora espera que seu estudo forneça estrutura para compor melodias para mais espécies animais. [ScienceAlert]

musica-para-gatos-838x662
Fonte: http://hypescience.com/