Dona de canil, no RJ, é indiciada e pode ser presa, pelos crimes de maus tratos a animais e estelionato.

anjo de quatro patas

 

 

 

Fonte: Jornal O Dia.

Anúncios

Papa Bento XVI e seu grande amor por gatos.

O Papa sempre quis escrever livros sobre gatos, conta seu secretário; é o seu desejo secreto, se ele tivesse tempo, esse era o seu sonho quando ainda era cardeal.

Como disse Joseph Ratzinger em abril de 2005, durante o funeral do Papa João Paulo II, ele finalmente depois de 24 anos em Roma iria voltar para a Alemanha, porque ele tinha um plano: escrever histórias, histórias sobre os gatos.

papa_ama_gatos (1)

O Papa ama os animais e cuida dos abandonados

Joseph Ratzinger teve gatos ao seu redor durante décadas, especialmente quando ele era o líder da Congregação para a Doutrina da Fé. A Congregação ficava em uma das ruas mais movimentadas de Roma, a Via Aurelia. Nesta rua todos os dias, apareciam gatos feridos. E alguns animais eram deixados no jardim da Congregação, ou nas proximidades. Ele era o Cardeal Ratzinger, e cuidou de todos os gatos. Ele os alimentou com leite, quando estavam com fome, curou suas feridas, e os observava enquando se deitavam ao sol e via que aos poucos iam se recuperando. E deu a todos os gatos um nome.

Então por que ele não se chamou “Papa Francisco” ?

Na verdade, alguns católicos se perguntam por que o papa não escolheu o nome Francisco, já que São Francisco de Assis, é o santo padroeiro dos animais, como seu nome papal.

De acordo com informações da imprensa local, o papa costumava andar pelas ruas de Borgo Pio, seu antigo bairro romano a leste do Vaticano, onde os vizinhos o comparavam com o Dr. Dolittle, um encantador de gatos. Gatos abandonados e errantes, corriam em sua direção quando o viam chegar, e que ele diariamente preparava e separava a comida para eles.

papa_ama_gatos (22)   papa_ama_gatos (6)

“Os gatos estão invadindo a Santa Sé”

As regras no vaticano proíbem que se tenham animais de estimação dentro dos apartamentos, mas todo mundo sabe que há um cardeal que tem um cachorro morando com ele em Roma”, disse o Cardeal Mahoney.

Quando ele era somente o Cardeal Ratzinger, ele mantinha dois gatos, agora como Papa não poderá mante-los no Vaticano

” Toda vez que ele encontra com um gato, o Papa vai falar com o bichano, e às vezes é uma longa conversa”, disse o cardeal Tarcisio Bertone, sobre o Papa Bento XVI, ao Daily Telegraph

O clérigo disse ainda que quando o Papa era somente o cardeal Ratzinger ele já era apaixonado por gatos, e que uma vez cerca de 10 gatos o seguiram até o Vaticano, e que um dos guardas suíços interveio, dizendo: ‘Olha, sua eminência, os gatos estão invadindo a Santa Sé “.

O caseiro da casa do papa em Regensburg, Alemanha, em entrevista ao NYT, disse

papa_ama_gatos (3)A casa que construída no estilo da década de 1970, em uma rua tranquila, e com um jardim murado, passa a sensação de um oásis. Nesse jardim há uma escultura de bronze da Virgem Maria que olha por sobre canteiros das rosas e narcisos, e há também uma estátueta de um gato que está ao lado de uma porta de vidro deslizante. E completa o caseiro “O Papa, ama gatos” .

Ratzinger diz que, sua família sempre teve gatos. Mas agora, diz ele, os gatos são uma “coleção de pratos de porcelana com pinturas de gatos, que são lembranças das férias pela Europa com meu irmão.”

papa_ama_gatos (25)

Konrad Baumgartner, o chefe do departamento de teologia na Universidade de Regensburg em entrevista ao Kansas City Star, disse; –..depois de celebrar a missa, ele entrou no velho cemitério atrás da igreja.E eu o acompanhei, e lá estava cheio de gatos, e quando ele saiu, todos eles correram para Joseph . Eles o conheciam e o amavam. Ele ficou ali, acariciando e conversando com alguns gatos, por muito tempo. Ele sempre visita os gatos, quando visita a igreja. Seu amor por gatos é bastante conhecida.

[A empregada do Papa] apontou ao repórter, uma escada onde havia uma parede cheia de pratos pintados, e em cada prato havia um gato diferente pintado, e que pertencem a família do Papa.

Quando o cardeal Joseph Ratzinger foi eleito Papa Bento XVI em abril de 2005, funcionários PETA estavam emocionados , porque o novo papa era conhecido como um apaixonado por gatos, e que gostava de alimentar os gatos e os cães de rua dos Jardins do Vaticano, e que ele também escreveu contra o tratamento desumano que era dado aos animais.

papa_ama_gatos (11)

 

 

Fonte: http://muralanimal.blogspot.com.br

Os benefícios dos tratamentos da nova era, como o Reiki, em cães – Cesar Millan

Reiki, uma técnica de cura holística japonesa de energia, é benéfico para todos os tipos de cães. Durante a sessão, um Mestre de Reiki irá colocar suas mãos suavemente sobre o corpo de um cão em várias posições. Cães normalmente entram em um estado de relaxamento profundo e muitas vezes adormecer em cima da mesa durante um tratamento.
Quando o Reiki é praticado em cães saudáveis, pode ajudar a aumentar o relaxamento, manter o equilíbrio energético, e promover uma sensação geral de bem-estar. Nos cães que são feridos, sofrendo de velhice, ou foram recentemente resgatados de um abrigo, o Reiki pode ser usado para ajudar a diminuir a ansiedade , o medo , e para proporcionar uma sensação de conforto. Sessões de Reiki também pode complementar tratamentos convencionais pois ajudam a reduzir os efeitos colaterais da quimioterapia .
Amanda Stratt, um Mestre de Reiki em LA Reiki, tem uma variedade de clientes caninos. “Os cães se comunicam pela primeira vez com a sua energia. Eu notei que eles estão abertos e receptivos para a cura de energia. Eu trabalhei em cães que tenham estado em dor, tiveram condições crônicas, lesões novas … ou talvez eles vêm para me ver, porque eles têm algo psicológico acontecendo, onde há um desequilíbrio de energia e que o objetivo é obter a sua energia totalmente equilibrada e harmonizada.

 

Contatos com a profissional: No RJ, vcs podem contactar a terapeuta em Reiki e cromoterapia, Juliana Cinelli: 21- 99444054.

 

 

 

 

 

cães e gatos chakras

Aleam aprova projeto de eutanásia e controle de natalidade de cães e gatos: Lei tem como objetivo evitar o sacrifício indiscriminado de cães e gatos. Projeto incorpora política nacional de controle de animais errantes.

O projeto de lei que prevê o controle da população de cães e gatos no Amazonas foi aprovado, nesta quarta-feira (27), pela Assembleia Legislativa. De autoria do deputado Luiz Castro, a lei tem como objetivo evitar o sacrifício indiscriminado de cães e gatos saudáveis e regulamentar a eutanásia (prática de provocar a morte sem dor de um paciente em estado grave cuja reabilitação é descartada pelos médicos), em casos específicos, desde que justificada por laudo técnico.

O projeto apresentado incorpora a política nacional de controle da natalidade de animais errantes por meio de esterilização, que veta definitivamente a prática da execução de animais saudáveis em Centros de Zoonoses, localizado na Compensa, Zona Oeste de Manaus.

A necessidade do projeto de lei foi reforçada depois de visitas do deputado Luiz Castro ao Centro de Controle Zoonoses de Manaus, juntamente com voluntário da ONG Com Paixão Animal CPA, em que constataram a ausência de um programa de controle populacional e a adoção da eutanásia, quando o número de cães recolhidos ultrapassa a capacidade de acolhimento do Centro.

A garantia da vida dos animais consta nas Constituições Federal e Estadual e na Lei Federal de Crimes Ambientais 9.605/98. A legislação brasileira, além de garantir a vida, pune quem submete os animais à crueldade, com pena de detenção de até um ano e multa elevada quando ocorre a morte do animal. Também está previsto o incentivo à adoção e a realização de  campanhas de conscientização e orientação técnica aos adotantes para uma tutela responsável dos animais.

Os cães considerados ‘comunitários’ também são protegidos pelo projeto de lei. Comunitários são considerados aqueles cães que estabelecem com a comunidade em que vivem laços de dependência e de alguns cuidados, mesmo não possuindo responsável, único e definido.

A proposta para estes cães é, segundo a proposta, uma estratégia de saúde pública, alegando que o controle da natalidade animal ajuda a diminuir problemas como os decorrentes das lixeiras reviradas pelos animais famintos e das fezes espalhadas pelas ruas. Pelo projeto, esses animais ‘comunitários’ deverão ser recolhidos para esterilização e depois devolvidos à comunidade de origem, desde que seja identificado o cuidador principal do cão, que precisa assinar um termo de compromisso.

A assinatura de convênios do Poder Público com entidades de proteção e outras instituições para a implementação das metas previstas também consta no projeto de lei, como forma de descentralizar as atividades necessárias.

 

Amazonas

Fonte:  http://g1.globo.com
Vídeo

Sea Shepherd navio Bob Barker pacificamente bloqueia navio dos baleeiros.

 

 

Publicado em 25/02/2013

A frota baleeira japonesa, a caça furtiva baleias do Santuário Antártico das Baleias da Antártida, cria uma colisão como eles tentam uma operação de reabastecimento ilegal. Sea Shepherd navio Bob Barker pacificamente bloqueia navio dos baleeiros fábrica, Nisshin Maru, de reabastecimento. O Bob Barker detém a sua terra, mas o Nisshin Maru se move, beliscando o Bob Barker entre si eo combustível petroleiro dom Laurel ao explodir as janelas ponte com canhões de água de alta potência. O velório proa dos dois navios de maior porte faz com que o menor de perder terceira classe, e da turbulência que se seguiu lança a Bob Barker fora do curso. O Bob Barker fica impotente jogou lado a lado entre os dois navios maiores. Este vídeo mostra claramente a culpa da colisão no Nisshin Maru. De acordo com COLREGS, o Bob Barker tinha o direito de passagem, o Nisshin Maru e não tinha o direito de se aproximar do Bob Barker.

Alergia De Pele Em Cachorros (Micose E Dermatite).

Saiba tudo sobre alergia de pele em cachorros! Entenda o que é alergia, como diagnosticar e como tratar alergia de pele em cães!
Cadela na Bolsa

Por que certos cachorros apresentam alergia na pele? Quais são as causas da micose nos cães? Como posso impedir meu cachorro de ter alergia de pele? Existe alguma maneira de prevenir essa doença de cachorro?

O que é alergia de pele?

A alergia ou dermatite alérgica é uma doença de pele que pode ocorrer nos cachorros. A alergia é uma reação do sistema imunológico do cão contra alguma substância a que chamamos de alergeno. O alergeno é um nome geral que representa qualquer material que cause a alergia. Assim se o cão possui alergia à ração é porque algum composto utilizado na receita da ração é um alergeno para o cão.

O corpo do cachorro “luta” contra o alergeno, pois percebe que ele é algo nocivo, isto desencadeia uma reação alérgica no animal. A reação ocorre sempre que o cão é exposto à substância a que ele tem alergia. Com o passar do tempo o cachorro pode ficar mais sensível a essa substância o que faz com que a alergia aumente de intensidade. Geralmente, a alergia aumenta com a quantidade de alergeno ao qual o cão tem contato.

Falando em reações adversas nos cães, você sabe se cachorro pode comer chocolate? Saiba mais em nosso artigo sobre chocolate para cães!

O que causa a alergia no cachorro?

Existem vários tipos de alergia sendo que as mais comuns são aquelas causadas por:

  • Comidas como leite, rações, grãos, etc.
  • Alergia causada por picadas de pulgas.
  • Atopia canina: alergia de causa não determinada.
  • Pode ser causada por vegetais como árvores e grama.
  • Alergias causadas por hormônios (muitas vezes relacionadas aos métodos para evitar o cio em cadelas)
  • Alergias causadas por produtos como detergentes, fibras sintéticas, lã
  • Causadas por parasitas como lombrigas, carrapatos
  • Reações adversas a alguns medicamentos
  • Algumas alergias podem ocorrer com mais freqüência em certas épocas do ano

Que cães possuem maior probabilidade de ter alergia de pele?

A alergia pode ser hereditária, isto é, ela pode ser passada dos pais para os filhos pela genética.

Algumas raças de cachorros possuem maior chance de apresentar atopia: beagles, pastor alemão, poodle, boxer, lhasa, pug, shi-tzu, shar-pei, dálmatas, bulldogs, golden retrievers, schnauzers, vários da família de raças “terrier”, dentre outros.

Cães jovens têm mais propensão a ter alergia causada por picada de pulgas.

Veja fotos das raças de cães com maior probabilidade de terem problemas de alergia!

Quais os sintomas de um cachorro com dermatite?

Os sintomas mais comuns de um cão com alergia de pele são:

  • O cachorro se coça muito
  • Perda de pelos excessiva
  • O cachorro se lambe nas orelhas, pés e/ou na pele
  • Olhos com secreção
  • O cão fica mordiscando e mastigando seu pé
  • Pele com machucados, crostas e inflamações
  • Inflamações de ouvido freqüentes

Alguns dos sintomas apresentados aqui também podem estar relacionadas com estress canino, o que pode acontecer se você está deixando seu cachorro sozinho por muito tempo. Seria o que equivalente a pessoas, que por ansiedade, ficam roendo as unhas das mãos. Inclusive, a acentuação dos sintomas relacionados a alergia de pele pode levar seu cachorro à agressividade. Então fique muito atento a esses sintomas de alergia!

Como prevenir e tratar a alergia de pele nos cachorros

Exame inicial de detecção das causas da alergia

Primeiramente se deve fazer um exame para detectar se seu cão possui alergia a alguma substância ou se ele está com alguma doença de pele: sarna canina, entre outras. Neste exame é possível definir que substância causa alergia no cão. Há duas formas de exames para detectar o que causa a alergia.

O primeiro método é um teste de sangue ou intradermal que tenta identificar que substância causa alergia no animal. O segundo método é ir tirando aos poucos do contato com o cão os objetos suspeitos de estarem causando alergia e observar a evolução da alergia do cachorro. Este segundo método pode ser utilizado quando se suspeita que a causa da alergia seja um alimento.

Prevenção da alergia em cães

A prevenção consiste em evitar situações que causem exposição à substância que causa a alergia. Ela é a melhor maneira de se resolver a causa do problema. A utilização de medicamentos (explicada na próxima seção) só serve para resolver os sintomas e não para identificar o que de fato está causando o problema.

Depois de identificada a causa da alergia, você pode tomar algumas medidas para reduzir a chance de seu cão pegar alergias como:

  • Alergia causada por pólen:
    • Evite que seu cão saia em campos e locais com muitas flores
    • Corte a grama de sua casa para que ela não fique muito alta
  • Alergias causadas por ácaros e/ou pó:
    • Não deixe o cão na sala quando for passar o aspirador
    • Coloque uma capa de plástico na cama do cão
    • Lave a cama e os lençóis do cão com água muito quente
  • Dermatite causada por mofo:
    • Utilize desumidificadores de ar
    • Evite ter muitas plantas no local onde seu cachorro fica
    • Não deixe seu cão em locais muito úmidos
  • Dermatite causada por alimentos:
    • Procure a ajuda de um veterinário para procurar uma ração antialérgica
    • Alguns cães são alérgicos a certos grãos como soja, milho, trigo, evite rações que contenham estes elementos
  • Sempre que o cão alérgico sair no jardim ou na rua, limpe os pés dele para tirar alergenos que tenham ficado em suas patas e dê banhos no cão segundo a orientação do médico veterinário de confiança.

Tratamento da alergia em cachorros

Tratamento tópico: envolve o uso de xampus e loções antialérgicas. Pode ser recomendado dar banho no cão com uma freqüência maior, os banhos podem utilizar xampus antialérgicos e loções próprias. O tratamento tópico é uma solução que é eficaz para o alívio imediato do problema, mas geralmente é menos eficiente para resolver a doença permanentemente.

Uma dica prática: o cão pode querer lamber o local onde foi aplicada a pomada ou loção especial. Para evitar isso, é uma boa idéia distraí-lo após a aplicação, brincando com ele por um tempo até que o produto seque ou seja absorvido pela pele do animal.

Remédios anti-histamínicos (antialérgicos): Os anti-histamínicos são remédios utilizados também em humanos para tratar a alergia. Esse tipo de tratamento é um dos mais populares contra alergia canina. Apenas cerca de 30% dos cães conseguem resolver o problema da alergia somente com este tipo de tratamento. De novo, lembre-se que os remédios poderão reduzir a alergia mas, muitas vezes esses remédios não conseguem resolver a causa do problema.

Às vezes é mais eficaz utilizar anti-histamínicos em conjunto com outra forma de tratamento e prevenção, como Omega-3 (ver abaixo) e a prevenção (ver acima). Os anti-histamínicos podem gerar efeitos colaterais como: sonolência e sedação, secura na boca, diarréia, hiperatividade, redução de apetite. Somente o veterinário poderá dizer se deve ser utilizado algum anti-histamínico.

Nunca utilize esta medicação sem orientação do veterinário: existem diversos tipos de anti-histamínicos, cada um apresenta efeitos colaterais e dosagem própria. Nem todo anti-histamínico usado em humanos pode ser utilizado em cães!

Ácidos graxos e ômega 3: O ômega 3 é um composto encontrado em alguns alimentos. É possível comprar suplementos em farmácias, a fonte mais comum é o óleo de peixe em cápsulas gelatinosas amarelas / douradas.

O ômega 3 aumenta a saúde da pelagem do cachorro, e ajuda a controlar a produção dos histamínicos (substâncias que são liberadas para “lutar” contra os alergenos gerando a alergia). O ômega 3 pode ser utilizado em conjunto com algum remédio como anti-histamínico para aumentar a eficácia do tratamento contra a doença de pele. Um cão que toma suplementos de Omega 3 deve manter uma dieta com menos gordura, pois os ácidos graxos são óleos e podem levar ao ganho de peso do cachorro. É bom lembrar também que os ácidos graxos são alimentos saudáveis para cães. Alguns especialistas em nutrição canina preferem os ácidos graxos provenientes de origem animal (como peixes), ao invés dos derivados de vegetais (como linhaça) pois a digestão dos derivados de grãos é mais difícil em cães e gatos.

Imunoterapia (hipossensibilização): Utilizada em casos de alergias persistentes e resistentes a outros tratamentos. É um dos tratamentos mais eficazes. Primeirmamente testa-se o que está causando a alergia no cão (alergeno). Depois de identificado o alergeno, prepara-se uma vacina especial que é aplicada no cachorro alérgico.

Depois de aplicada a vacina o cão fica “dessensilizado” e seu sistema imunológico reage muito menos intensamente às substâncias causadoras da alergia. Nem sempre o tratamento funciona. Este tratamento pode ser caro e demandar um pouco mais de dedicação do dono e veterinário, mas é talvez um dos mais eficazes e modernos que existe no tratamento contra casos persistentes de alergia.

Esteróides (corticosteróides): O uso dos chamados corticosteróides é geralmente muito eficaz para reduzir inflamações e alergias mais severas. É uma solução que resolver rapidamente o problemaporém não é uma solução de longo prazo: o tratamento geralmente só resolve o problema temporariamente. É útil para aliviar alergias e irritações muito fortes. Pode ser ministrado em forma de tabletes ou injeção.

Atenção: Os esteróides tratados neste artigo são “corticosteróides” algo totalmente diferente dos “esteróides anabolizantes” utilizados para ganho de massa muscular em certos animais e até em humanos.

Os corticosteróides podem causar efeitos colaterais que podem ser graves caso o tratamento seja mal feito. Dentre os possíveis efeitos colaterais temos: aumento do consumo de água, aumento do apetite, depressão, hiperatividade, diarréia, insônia, dentre outros. Por isso é importante perceber que esse tratamento realmente só deve ser utilizado em situações mais graves.

Caso administrado com doses mínimas e por períodos curtos de tempo, os efeitos colaterais geralmente desaparecem depois de finalizado o tratamento. Caso utilizado por longos períodos, problemas mais graves podem ocorrer: diabetes, problemas de fígado, aumento de infecções, dentre outros.

Os corticosteróides geralmente são utilizados como último recurso após que outros tratamentos foram utilizados. Sempre devem ser utilizados sobe expressa recomendação e orientação de veterinário. Corticoesteróides podem ser muito nocivos para seu cachorro, caso mal administrados!

Para terminar o artigo devemos insistir sobre a importância do tratamento preventivo. Os donos e veterinários devem ter paciência e força de vontade para investigar a causa real da alergia e eliminar essa causa. Existem pessoas que partem direto para os remédios, nunca resolvendo a “raíz do problema”, o que pode ser péssimo para saúde de seu cão.

Quer saber mais? Veja esse vídeo sobre dermatite alérgica!

 

Fonte: http://www.linkanimal.com.br

Alimentos que não deve dar ao seu gato.

Alimentos que não deve dar ao seu gato

 

 

 

Os gatos são carnívoros e possuem várias particularidades metabólicas (isto é da sua forma como “funcionam”) que os tornam dependentes de alguns nutrientes para que mantenham a sua saúde. Por exemplo, necessitam de taurina pois não a conseguem sintetizar.  A sua falta conduz a degenerescência da retina com possível cegueira e cardiomiopatia dilatada (doença do coração). Todas as rações comerciais têm no mínimo 0,01% de taurina na sua composição para prevenção destes problemas.

Felizmente a maioria dos gatos são muito criteriosos na escolha da comida e têm menos tendência que os cães a correr risco no que toca a ingestão de alimentos estranhos. Mas de qualquer forma existem casos de intoxicação.

Alguns alimentos provocam problemas de saúde ligeiros enquanto outros poderão causar a morte. Eis alguns que deve evitar:

  1. Bebidas alcoolicas– as consequências são óbvias.
  2. Espinhas de peixe– na minha prática clínica tenho assistido gatos que ficam com espinhas cravadas nas gengivas, no palato e na zona da faringe por vezes durante dias. Os gatos no tocante à manifestação de sintomas são por vezes discretos e poderá apenas não comer e ficar mais imóvel que o habitual.
  3. Atum em lata–  se bem que teóricamente possua as características de um alimento apropriado a um carnívoro como os gatos, o atum enlatado, quando dado com frequência, pode conduzir a deficiências vitaminicas e minerais.
  4. Chocolate, chá café– Contém o que se chama Xantinas (cafeína, teofilina e teobromina) que no caso dos humanos tem o efeito estimulante, mas no caso dos gatos esse efeito é muito amplificado pois têm muita dificuldade em metabolizar e eliminar esses princípios activos. O resultado final é um estado de super-excitação que pode resultar em morte.
  5. Ração para cão– enquanto os gatos são carnívoros puros, os cães não o são pelo que  rações de cão possuem menos proteínas e falta-lhes alguns nutrientes necessários aos gatos. A ingestão prolongada desta ração provoca deficits e desnutrição nos gatos. De igual forma os cães que ingerem ração de gato também adquirem problemas de saúde (vejaaqui o que os cães não devem ingerir).
  6. Aparas de gordura- provoca uma sobrecarga na digestão das gorduras que pode desencadear uma inflamação do pâncreas com resultado frequentemente fatal e de grande sofrimento.
  7. Uvas e passas- contém uma toxina de natureza desconhecida que provoca danos renais.
  8. Leite e seus derivados- os gatos adultos têm alguma dificuldade em digerir o leite devido a carência na enzima lactase que degrada a lactose. Isto causa diarreia quando ingerem leite. Existem gatos que só após beber uma grande quantidade é que desenvolvem diarreia enquanto outros a desnvolvem mesmo com uma pequena quantidade. Existe leite apropriado para gatos de várias marcas que não contém lactose e portanto podem ser dados sem limitações desta natureza.
  9. Cebola e alho- esta é uma das intoxicações inadvertidas com alimentos que mais verifico na minha prática clínica. Estes alimentos, mesmo quando incluidos em alimentos cozinhados tem um efeito tóxico devastador. Provoca danos nos glóbulos vermelhos que perdem a capacidade de transportar oxigénio e anemia. Os sintomas são as gengivas cinzentas arroxeadas ou pálidas e dispneia (falta de ar).
  10. Batata e folhas e pedúnculo do tomate– possuem oxalatos que perturbam o sistema nervoso e podem causar cálculos urinários.
  11. Ovos crus- potencialmente problemático devido à possível presença de Salmonella que provoca gastro-enterites severas. Também possuem uma substância de nome avidina que impede a absorção de biotina (uma vitamina do complexo B). Os ovos cozidos não possuem este perigo.
  12. Peixe cru- causa deficiência de Tiamina (Vitamina do complexo B) que pode provocar convulsões, perda de apetite e morte. Só ocorre se a ingestão de peixe cru for muito frequente.
  13. Peixe gordo (sardinha, cavala,etc)- o consumo em excesso de peixes gordos com gordura insaturada associado a carência de vitamina E provoca esteatite, uma doença caracterizada por inflamação do tecido adiposo. Os sintomas são nódulos dolorosos na gordura corporal, febre, falta de apetite. Em casos graves causa a morte. O velho adágio de que os gatos comem só peixe não é correcto. Evite dar exclusivamente peixe ao seu gato.
  14. Doces- pode provocar disturbios digestivos, obesidade e diabetes.
  15. Sal- Provoca desequilibrios electrolíticos com consequências cardíacas e renais.

Arquivado sobGatos

Fonte: Blog do Veterinário.

Autoridades da Bielorrússia prendem centenas de gatos abandonados em porões/Belarusian authorities hold hundreds of stray cats in basements

Em uma noite, recentemente, miados de lamento assombraram moradores de Minsk, na Bielorrússia.

Eles vinham, segundo ativistas, de centenas de gatos abandonados que foram trancados em porões por autoridades locais, e encontravam-se impossibilitados de sair, expostos à inanição.

Conforme reportagem do Huffington Post, as autoridades vedaram porões de blocos de apartamentos para isolar os ratos. A conseqüência trágica foi que havia gatos lá embaixo e estes ficaram presos lá dentro, deixados a definhar.

“Meu coração dói ao ouvir como os animais estão gritando dia e noite”, disse Antonina Gayenko, de 72 anos, que estava alimentando alguns gatos por pequenos orifícios através das placas de ferro usadas para vedar o local.

“Eles foram condenados a morrer de sede e fome”, comentou a mulher.

Elena Titova, líder do grupo de direitos animais Protect Life, disse que a autoritária nação que outrora pertencera à União Soviética não tem abrigos de longo prazo para os animais sem lar. Ela estima que, só na capital, cerca de 9 mil deles já foram mortos nos últimos três anos.

“Matar os animais de modo impune tornou-se uma política de governo”, afirma Titova. “Esta política bárbara pode ser descrita como “Nenhum animal, nenhum problema”. Titova observa que eles acham mais fácil matá-los, pois assim não precisam construir abrigos.

Na Bielorrússia, animais abandonados são colocados em abrigos por cinco dias e então são mortos, se os tutores não aparecerem neste prazo.

Autoridades locais dizem que, ao vedar as partes de subsolo dos prédios, estão cumprindo regras visando a saúde pública.

“Gatos e moradores vão gritar por um tempo e então eles vão se acalmar”, declarou Alexander Yubkov, um dos trabalhadores incumbidos de colocar tampas de ferro nas janelas dos porões.

Ele disse que cumpre ordens e que, se ele e seus colegas de trabalho não vedam os locais de forma segura, funcionários da vigilância sanitária aplicam-lhes uma multa.

Mas Karolina Litvinova, moradora de Minsk, disse que as autoridades não se preocupam em verificar se não existem animais deixados em um porão antes de fechá-lo. A solução seria simples e possível, se houvesse a mínima atenção por parte das autoridades.

Alguns moradores fizeram buracos nas placas de ferro para permitir que os gatos escapassem.

“Conseguimos salvar cinco gatos que haviam ficado presos”, disse Litvinova.

English:

In one night recently meows of regret haunted residents of Minsk, Belarus.

They came, according to activists, hundreds of abandoned cats who were locked in basements by local authorities, and were unable to leave, exposed to starvation.

As reported in the Huffington Post, the authorities staked basements of apartment blocks to isolate the rats. The tragic result was that there were cats down there and they were trapped inside, left to languish.

“My heart aches to hear how the animals are crying day and night,” said Antonina Gayenko, 72, who was feeding some cats through tiny holes through iron plates used to seal the site.

“They were doomed to die of thirst and hunger,” said the woman.

Elena Titova, leader of the animal rights group Protect Life, said the authoritarian nation that once belonged to the Soviet Union has no long-term shelter for homeless animals. She estimates that in the capital alone, about 9000 of them have been killed in the last three years.

“Killing animals so unpunished became a government policy,” says Titova. “This barbarous policy can be described as” No animal, no problem. ” Titova notes that they find it easier to kill them, since they do not need to build shelters.

In Belarus, abandoned animals are placed in shelters for five days and then are killed if tutors do not appear in this term.

Local officials say that by sealing the underground parts of buildings, rules are aimed at fulfilling the public health.

“Cats and residents will scream for a while and then they will calm down,” said Alexander Yubkov, one of the workers tasked with putting iron covers on the windows of basements.

He said that following orders and that if he and his colleagues will not seal the premises in a safe, sanitary officials apply them to a fine.

But Karolina Litvinova, a resident of Minsk, said authorities do not bother to check if there are no animals left in a basement before closing it. A simple solution would be possible, if there was the slightest attention from the authorities.

Some locals have holes in iron plates to allow the escape cats.

“We managed to save five cats that had been trapped,” said Litvinova.

 

gato-sai-de-porao

 

 

 

Fonte: Anda. jor

Liberdade para a Tania, uma elefante presa em um Zoo Romeno!!!! / Freedom for Tania, an elephant stuck in a Romanian Zoo!! Already!!

Oh minha pobre menina doce .. Nós sentimos muito…

Tania, uma elefante solitária, presa numa sala de concreto, de forma submissa se ajoelha perante o funcionário que vai limpar a sua cela, em um zoológico romeno.
Ela foi separada dos outros elefantes por não conseguir aprender os truques ensinados pelo treinador para agradar ao público.

>> PETIÇÃO / PETITION – http://www.thepetitionsite.com/755/337/604/help-to-get-tania-out-of-the-tirgu-mares-zoo/

Por favor, use esta foto para ajudá-la.

>> Mande um EMAIL à EAZA (Associação de zoológicos europeus), pedindo que ela seja transferida.
– Diretor Executivo: lesley.dickie@eaza.net
Pergunte por que o EAZA permitiu que isso acontecesse, pois este zoológico não está obedecendo as regras da EAZA.

>> Envie um EMAIL ao Embaixador da Romênia em Brasília pedindo a transferência:
– Email: romenia@solar.com.br / romenia@tba.com.br
– Fone: (61) 2260746 ou (61) 2262481

>> Cônsul da Romênia no Rio de Janeiro –
– Email: administrator@cons-gen-romania-rio.co
Fone: 21-556.47.99; 21-556.69.06; 21-556.70.13

>> Espalhe na MÍDIA:
Por favor enviar este link ou foto para o
– www.facebook.com/TheIndependentOnline
– news@dailymail.co.uk
– talkback@the-sun.co.uk

<> Mais fotos de Tânia:
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=421596597919439&set=a.123792157699886.31230.123785434367225

A foto e todas as ações e Comentários vão mostrar à Imprensa que há um grande interesse neste elefante.

Enviar e-mail à Comissão Europeia.
1.Director: janez.potocnik @ ec.europa.eu
2. SG-PLAINTES@ec.europa.eu
(PARA: Ion Codescu, Chefe de Fiscalização)

>> Para registrar uma reclamação À Comissão Europeia, acesse este link:
http://ec.europa.eu/eu_law/your_rights/your_rights_forms_en.htm

Disseram que Tania não se deu bem com os outros elefantes que viviam com ela. Eles foram treinados para fazer truques em La Cornelle Zoo, Itália. Ela está no zoológico de Targu Mures, cujo diretor diz ela está “bem assim”.
Nós precisamos dizer às autoridades e aos meios de comunicação o contrário. O que é curioso na foto é que ela fica tão próxima ao funcionário, pois ele está com uma pá, para que possa “se defender” dela. Forçada a ficar nessa posição, e pela falta de cuidados com os pés, vemos que o zoológico não sabe como cuidar dela. Tania teve problemas de stress no passado, e quem pode culpá-la? Esta é a razão pela qual ela foi transferida para a Romênia, para a prisão de concreto.
Tudo isso é completamente inaceitável.

**
E N G L I S H

Oh my poor sweet girl..I am so sorry…
Tania, a lone elephant, with only concrete to kill her, submissively kneels in submission at a Romanian zoo.
Please use our cover photo to share to help her.

Ask the EAZA to transfer her. Executive Director: lesley.dickie@eaza.net
Ask why the EAZA has allowed this to happen as this zoo is not obeying EAZA rules.

Email your Romanian Ambassador to allow transfer:
http://embassy.goabroad.com/embassies-of/romania
Click See More for more ways to help Tania …

MEDIA
Please email this photo url/link to the
The Independent Times newseditor@independent.co.uk
Their Fb page is here:
www.facebook.com/TheIndependentOnline
THE DAILY MAIL news@dailymail.co.uk
Or fill out the Daily Mail form here
http://www.dailymail.co.uk/home/feedback.html
THE SUN – talkback@the-sun.co.uk

Our Photo link to copy & paste to send to media:
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=420202361392196&set=a.123792157699886.31230.123785434367225
The photo and all it Shares and Comments will show the News Room there is great interest in this elephant.

The petition for Tania:
http://www.thepetitionsite.com/755/337/604/help-to-get-tania-out-of-the-tirgu-mares-zoo/

Email the European Commission.
1.Director: janez.potocnik@ec.europa.eu
2. SG-PLAINTES@ec.europa.eu
Attention: Ion Codescu, Head of Enforcement.
To File a Complaint with the European Commission go to this link
http://ec.europa.eu/eu_law/your_rights/your_rights_forms_en.htm

Tania was reported not to get along with the other elephants she had lived with. They were trained to do tricks in La Cornelle Zoo, Italy. She is at the Zoo Targu-Mures whose director thinks she is just fine. We need to tell other authorities and most importantly the media otherwise. What is curious about the photo is why she is allowed to be so close to this keeper, unless he intends to use his shovel if she goes after him. By forcing her into this position and the lack of foot care, the zoo does not know how to take care of her. Tania has had anger issues in the past, and who could blame her, and is one reason she was transferred to Romania and is alone is the concrete prison. All of this is completely unacceptable.

Photo Credit: Andrea Scorpia
Tania

ECO PARADISO, boletins diários na Rádio Sulamérica Paradiso, RJ.

http://sulamericaparadiso.uol.com.br/programas_conteudo.php?areaid=11&id=7280

ECO PARADISO
Um boletim sobre ecologia e sustentabilidade com o biólogo marinho Marcelo Szpilman, diretor do Instituto Ecológico Aqualung, autor de cinco livros e membro do Conselho da Cidade do Rio de Janeiro (área de Meio Ambiente e Sustentabilidade). De segunda a sexta, às 12h30 e 20h30. Sábado e domingo, às 12h30 e 20h20.