“Gato, ajuda menino autista a sair da sua concha, no Reino Unido”

17 de junho de 2012 às 10:25

Foto: Bruce Adams/ Daily Mail

Os animais não param de demonstrar uma capacidade natural de ensinar e de serem os melhores amigos do ser humano. Desta vez, um exemplo dessa capacidade chega-nos através da história do gato Billy e do seu jovem tutor Fraser, um menino autista britânico que, graças ao companheiro, conseguiu “sair da concha” e ganhar confiança. De acordo com o Daily Mail, Billy e Fraser tornaram-se inseparáveis desde o primeiro dia. A família do menino decidiu adotar o felino depois de este ter sido abandonado pelos antigos tutores e salvo por uma associação de proteção animal e, a partir desse momento, a vida de todos tornou-se mais simples.

Foto: Bruce Adams/Daily Mail

“Ele aparece sempre que o Fraser começa a ficar nervoso, impaciente ou zangado e dá-lhe mimos para o tranquilizar”, conta a mãe, Louise Booth, ao diário britânico. “Dizem que os animais conseguem sentir as coisas e é verdade que o Billy parece saber sempre antes de todos nós quando isso vai acontecer”, revela.

Foto: Bruce Adams/ Daily Mail

Fraser, de quatro anos, foi diagnosticado com autismo quando tinha 18 meses, depois de Louise e o marido, Chris, se aperceberem de que o filho não estava a desenvolver-se tão rapidamente como outras crianças da mesma idade.

A partir desse momento, o menino começou a fazer terapia para aprender a lidar de forma mais tranquila com as atividades do dia-a-dia, que para si podem ser muito complicadas, gerando mudanças repentinas de humor e muitas lágrimas.

Foto: Bruce Adams/Daily Mail

Porém, a chegada de Billy tem sido um dos elementos-chave dos progressos de Fraser. “Ele tem feito uma diferença total na vida da nossa família. Afastou o stress e trouxe-nos alegria e uma atmosfera de calma. É um gato fantástico”, afirma Louise.

“Pode parecer estranho, mas o Billy é, verdadeiramente, o guardião do Fraser. A relação deles é muito especial”, conclui a mãe, que se dedica a tempo inteiro a cuidar de Fraser e da irmã, Pippa, de 15 meses.

Fonte: Boas Notícias  e http://www.anda.jor.br

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s