Donos de animais de estimação enlutados levam flores e velas em crematório A partir de 2018, animais terão data própria para homenagens de donos enlutados; Dia da Memória Pet foi aprovado pelo Governo de São Paulo.

O Crematório Pet Memorial recebeu os donos enlutados que perderam seus animais de estimação e querem relembrar sua memória. O assunto agora ganha cada vez mais importância, com a aprovação no último dia 17 de outubro da lei que institui o Dia da Memória Pet, em São Paulo.

Primeiro e maior crematório de animais de estimação da América Latina, o Pet Memorial tem promovido a data todos os anos. “É um importante momento de conscientização sobre a importância dos animais de estimação em nossas vidas”, diz Evans Edelstein, diretor do Pet Memorial.

Segundo Joelma Ruiz, psicóloga especialista em luto e consultora do Pet Memorial, a proposta é ajudar as pessoas a aprenderem a lidar com o luto, algo que ainda não é bem aceito quando se trata de animais. A programação inclui acompanhamento psicológico em terapia de grupo e visitas guiadas com as pessoas que quiserem prestar homenagens com flores, ascender velas ou fazer orações. O espaço conta também com capela ecumênica para receber os interessados.

A dentista Andréa Cristina de Souza, juntamente com a mãe, Alice de Souza, foi até o Pet Memorial com a urna que guarda as cinzas de Dogde, para levar flores e velas na capela onde ocorreu a despedida do poodle, cremado em janeiro de 2016. aos 17 anos.

“Resolvemos cremá-lo e minha mãe guarda as cinzas em casa. Minha mãe que antes queria um enterro tradicional agora quer ser cremada, para que as cinzas dela se misturem com a dele e seja jogada no mar”, completa.

“Eu e mãe também vamos na igreja São Franscisco de Assis todos os últimos domingos do mês para rezar pelo nosso ‘cãopanheiro’. Todos os dias, às 18h, minha mãe reza por ele olhando para uma estrelinha que acreditamos ser ele olhando por nós aqui”, relembra com emoção.

Finados Pet

Além das homenagens no Dia de Finados, a partir do ano que vem os peludos terão uma data própria. No último dia 17 de outubro, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, sancionou a lei que institui o “Dia da Memória Pet”, no segundo domingo de setembro. O projeto é baseado no “Pet Memorial Day”, que já existe há mais de 40 anos nos EUA e na Europa.

A ideia é replicar aqui o que já é feito lá fora: visitas aos locais prediletos dos pets levando seus brinquedos, plantio de árvores e “scrapbooks” criados com fotos dos melhores momentos dos animais para divulgação nas redes sociais. Na data também são feitas visitas a ONGs, ações contra o abandono de animais e campanhas de adoção.

“Promovendo melhores condições para outros animais, os tutores têm uma sensação de gratidão por terem feito algo por uma boa causa”, acredita Evans Edelstein, diretor do Pet Memorial.

Segundo Joelma Ruiz, psicóloga especialista em luto, a data é importante para reconhecer essa dor.

“A ideia é ajudar a sociedade a validar esse sofrimento”, explica. “O luto pela perda de animais ainda não é reconhecida pela sociedade, porque a gente não tem regras e normas para esse sentimento. No mesmo dia em que a pessoa perde o animal ela precisa voltar para a sua rotina”, ressalta Joelma.

A lei é de autoria do deputado Paulo Correa Jr, presidente do Partido Ecológico Nacional (PEN), e foi incluída no calendário oficial do Estado dada ao ‘tamanho da importância e da relevância que os animais de estimação têm, não só para as pessoas, mas para a economia. “Agora teremos uma data especial para lembrar os pets e celebrar a memória de seus animais queridos”, justifica.

“A data pode fazer toda a diferença no processo de cura do luto. Ter uma data exclusiva para os animais pode facilitar o processo do luto, pois quando compartilhamos o sofrimento, temos mais condições de passar por esse processo”, finaliza Evans.

 

Fonte: http://www.assiscity.com

 

Anúncios

Cirurgia Espiritual em Animais, RJ. Presencial e a Distância.

LEIA COM ATENÇÃO!

Animal com doença infectocontagiosa, deverá realizar cirurgia a distância.

O animal que for realizar a cirurgia presencial:

* Deverá apresentar a carteira de vacinação em dia.
* Permanecer na guia
* Usar focinheira quando caso exista a possibilidade de estranhar pessoas ou animais.
* Estar de banho tomado.
Essas são medidas importantes para a manutenção de um ambiente saudável para todos.
Traga uma garrafa de água para ser fluidificada e usada durante todo o tratamento.

O atendimento é realizado por ordem de chegada!

www.neamoficial.com.br


Câmara aprova controle de natalidade de cães e gatos por esterilização.

Autor de projeto diz que objetivo é evitar sacrifício de animais saudáveis. Texto já havia sido aprovado pelo Senado e segue para sanção do presidente Michel Temer.

 A câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (7) projeto de lei que cria a política de controle de natalidade de cães e gatos por meio da esterilização, que pode ser cirúrgica ou seguir outro procedimento, desde que seja garantido o bem-estar do animal.

O projeto já havia sido aprovado pelo Senado e agora segue para sanção do presidente Michel Temer.

De autoria do ex-deputado Affonso Camargo (PSDB-PR), o projeto começou a tramitar em 2003. Na justificativa, Camargo disse que a medida tem como objetivo eliminar o extermínio de cães e gatos saudáveis sob a argumentação do controle de natalidade.

“Ao manter o extermínio de cães e gatos saudáveis, o poder público está praticando uma equivocada e ultrapassada política de saúde pública que ainda segue as recomendações do 6º Informe Técnico da Organização Mundial de Saúde, datado de 1973 e em desuso na maior parte do mundo, que consistem na captura e sacrifício de animais errantes como método de controle populacional”, escreveu o deputado.

O que diz o projeto

Pela proposta aprovada pela Câmara, o programa de esterilização de animais será permanente e deverá levar em conta a superpopulação de cães e gatos ou o quadro epidemiológico existente em cada localidade. O atendimento será prioritário para os animais localizados em comunidades de baixa renda.

As unidades de controle de zoonoses que não puderem executar o programa de esterilização poderão atuar em parceria com entidades de proteção aos animais e clínicas veterinárias legalmente estabelecidas.

Os recursos para implementar o programa de natalidade virão da Seguridade Social da União, com contrapartida dos municípios de pelo menos 10% dos custos.

Castração preço popular Clínica Drª Tatiana Araújo, Rocinha RJ.

Olá Pessoal,

Muitos de vcs já conhecem o trabalho excelente da Drª Tatiana Araújo, na clínica dela n Rocinha, São Conrado, Rio de Janeiro … mas para quem ainda não conhece, deixo aqui a super indicação e endereço, dias e horários:

 

Endereço: Estrada da Gávea, 587. Rocinha, São Conrado.

Tel: 21- 99963.86.98

Dias e Horários: Segundas, Terças e Quintas: de 08h às 15h.

Quartas, Sextas e Sábados: de 09 às 16h.

 

Super recomendo este trabalho de amor e dedicação aos pequeninos.

castração preço popular

castração preço popular

O maior mito sobre gato é sobre sua relação com o leite. Gatos não precisam de leite e muitos têm intolerância à lactose.

Você acha que seu gato precisa e pode tomar leite? Pois esse mito pode trazer consequências danosas à saúde do gato, como diarreia, flatulência e desnutrição. Tais males se instalam porque, normalmente, esses animais passam a ter intolerância à lactose a partir da sexta semana de vida, conforme explica Marcio Brunetto,  professor especialista em nutrição de cães e gatos: “Em geral, a produção da enzima lactase se reduz drasticamente com o crescimento do filhote. Essa ausência causa os efeitos colaterais indesejáveis.”

Ainda de acordo com ele, a regra tem exceções: felinos que não passam mal ao consumir leite estão liberados para ingerir a guloseima, mas sem abusos. “Contudo, não faz muito sentido incluir o alimento na dieta deles”, ressalta.

O médico veterinário Fabricio Lorenzini aponta na mesma direção: do ponto de vista nutricional, os gatos só precisam de leite na fase lactente, quando devem ser alimentados exclusivamente pelo leite da mãe. Passado esse período, o metabolismo dos mamíferos perde o poder de aproveitamento da lactose do leite.

Leites especiais
Vale destacar também que o leite de vaca não é o mais apropriado aos gatos. “Como é produzido por um herbívoro, é rico em açúcares (lactose) e pobre em proteínas e gorduras benéficas para carnívoros”, justifica Brunetto. Esse leite não é indicado nem mesmo como substituto de colostro aos filhotes órfãos. Para eles, existem produtos no mercado que  equivalem ao leite materno.

Gatos não precisam tomar leite (Foto: reprodução)

Gatos não precisam tomar leite
(Foto: reprodução)

 

Fonte: Revista Meu Pet,  Setembro, 2012, Rafael Trocatti.

Os macacos NÃO transmitem febre amarela e também NÃO SÃO são os responsáveis pelo rápido avanço da doença.

A febre amarela é uma doença infecciosa causada por um vírus que é transmitido por mosquitos.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, o último registro de febre amarela no RS ocorreu entre 2008 e 2009. Naquela ocasião, nove pessoas morreram em decorrência da doença. Alguns macacos também foram infectados.

O novo surto da doença que afeta a região sudeste do Brasil motivou algumas pessoas a agredirem bugios.

Por isso, é fundamental reforçarmos um alerta: os macacos NÃO transmitem febre amarela e tambbém NÃO SÃO são os responsáveis pelo rápido avanço da doença. A febre amarela é transmitida apenas por mosquitos!

Os macacos, na verdade, cumprem um importante papel: são sentinelas na identificação da circulação do vírus, já que são afetados antes de os seres humanos.

A melhor forma de afastar a doença é a imunização. Procure um posto de saúde e faça a vacina gratuitamente

bugios

Pré-estreia de “Quatro vidas de um cachorro” é cancelada após maus tratos

A EXIBIÇÃO DO LONGA ACONTECERIA NESTE FINAL DE SEMANA, NOS EUA

Após a divulgação de um vídeo mostrando maus tratos a um dos cachorros que faz parte do elenco, o Pastor Alemão Hercules, a Amblin Entertainment, responsável pelo longa, cancelou a pré-estreia do filme que aconteceria neste final de semana nos EUA. O estúdio afirmou que o animal não foi machucado nas filmagens, mas vai iniciar investigação própria.

Em comunicado oficial, a Amblin Entertainment declarou: “enquanto a análise do vídeo divulgado ainda está ocorrendo, a distribuidora Universal Picture decidiu que é  no melhor interesse do filme que o evento seja cancelado. A Amblin e a Universal não querem que nada sobreponha este filme, que celebra a relação entre humanos e animais”.

No Brasil, a estreia do filme está programada para 26 de janeiro.

quatro-vidas

Fonte: http://www.paisefilhos.com.br/